O modelo profissional na Polícia Militar do Paraná e a filosofia da polícia comunitária

Authors

  • Franciele Bestel Pereira

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv10n2-038

Keywords:

polícia tradicional, ciências policiais, segurança pública, comunidade, polícia comunitária

Abstract

Contexto: Embora a filosofia de Polícia Comunitária esteja bem difundida dentro da caserna nos currículos de formação dos militares estaduais, ainda existe uma resistência institucional e talvez na maioria de seus integrantes em direcionar seu planejamento operacional baseados nesses princípios. Sendo o modelo profissional americano a opção que norteia as ações de Polícia ostensiva e preservação da ordem pública no Estado do Paraná. Problema: A pergunta principal do presente estudo foi: Porque os policiais militares que deveriam estar próximos da população no intuito de oferecer um serviço qualificado na área de segurança, entretanto, essa parceria não ocorre. Objetivos: Desta forma, o objetivo geral é examinar o conceito do que é Polícia Comunitária e suas contribuições. E como objetivos específicos apresentar a polícia de proximidade como um elo inicial entre a polícia e a comunidade; e rever de que modo é realizado o emprego de Polícia tradicional e da Polícia Comunitária. Metodologia: A metodologia adotada foi a pesquisa exploratória, fundamentada em pesquisas bibliográficas e documentais para coleta de dados, utilizando a análise qualitativa, através de conhecimentos teóricos, técnico científicos e percepcionado, em torno de sua aplicação legal. Considerações finais: Os principais indícios levam a pressupor que mesmo com a teoria da Polícia Comunitária ser conhecida e vislumbrar uma possibilidade de melhorar os resultados no que se refere as resoluções dos problemas locais no campo da Segurança Pública, não há uma prática efetiva. Na Polícia Militar do Paraná o modelo profissional de resposta rápidas (reacionária) em atendimento das ocorrências criminosas prevalece como ferramenta principal. Portanto, a grande contribuição que o estudo mostra é que a filosofia comunitária pode alcançar um nível maior de satisfação do serviço policial, pois neste pensar o foco muda e o trabalho da polícia não é somente reativa após a deflagração delituosa, mas proativa pois atua antes que os crimes ocorram, e por consequência aumenta a qualidade de vida local na redução dos índices criminais e diminuição do medo.

References

BONDARUK, Roberson Luiz. SOUZA, César Alberto. Polícia comunitária, polícia cidadã para um povo cidadão. Curitiba: Comunicare, 2004.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Presidente da República, 2016.

DICIO. Dicionário online de português. Disponível em: < https://www.dicio.com.br/escrutinado/>. Acesso em 25 de jan. 2024.

EGUEDIS, R. F; DE LIMA, P. R; TORDORO, M.A. Policiamento de Proximidade, Os Algoritmos em Prol da Segurança Pública. [S.l.: s.n.], 2022.

INSTITUTO CIDADANIA: Projeto Segurança Pública para o Brasil. Fundação Djalma Guimarães, S/D. Disponível em:< http://www.dhnet.org.br/redebrasil/executivo/nacional/anexos/pnsp.pdf>. Acesso em: 30 de jan. 2024.

Lei Orgânica Nacional das Polícias Militares e dos Corpos de Bombeiros Militares dos Estados, do Distrito Federal e dos Territórios. Disponível em:< https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2023-2026/2023/lei/l14751.htm>. Acesso em: 2 de fev. 2024.

MARCINEIRO, Nazareno. Polícia Comunitária: Construindo segurança nas comunidades. Florianópolis: Insular, 2009.

SCHEREMETA, Marcos Teodoro. A Polícia Comunitária na Polícia Comunitária do Paraná. Disponível em: < https://conseg.pr.gov.br/sites/conseg/arquivos_restritos/files/documento/2020-11/policia_comunitaria.pdf>. Acesso em: 30 jan. 20124.

TORDORO, Marcos Antônio. Policiamento de Proximidade. Menos medo e mais qualidade de vida. 2022. 1ª edição.

TROJANOWICZ, Robert; BUCQUEROUX, Bonnie. Policiamento Comunitário como começar. Tradução de Mina Seinfeld de Carakushansky. 2 ed. São Paulo. Polícia Militar do Estado de São Paulo, 1999.

Published

2024-02-20

How to Cite

Pereira, F. B. (2024). O modelo profissional na Polícia Militar do Paraná e a filosofia da polícia comunitária. Brazilian Journal of Development, 10(2), e67354. https://doi.org/10.34117/bjdv10n2-038

Issue

Section

Original Papers