Prevalência de anemia e cárie dentária em crianças desnutridas acompanhadas pelo Centro de Recuperação e Educação Nutricional (CREN) / Prevalence of anemia and dental caries in malnourished children followed by the center for nutritional recovery and education

Authors

  • Marcela Jardim Cabral
  • Karlla Almeida Vieira
  • Ismaell Avelino de Sousa Sobrinho
  • Lara Barros Damacena
  • Kandeia Barros Ribeiro

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-693

Keywords:

Anemia, Estado Nutricional, Desnutrição, Vulnerabilidade Social, Cárie dentária.

Abstract

A desnutrição infantil é um fenômeno de origem multifatorial, que ocorre em decorrência de uma gama de condições sociais e socioeconômicas, enfermidades infecciosas e problemas no cuidado infantil. Quando associada à anemia, causa um grande impacto sobre a morbidade e mortalidade em vários países do mundo. As alterações nutricionais podem, ainda, afetar a formação do tecido dentário, podendo também culminar em alterações estruturais dos tecidos dentários, prejudicando a qualidade de vida e, consequentemente, a ingestão alimentar. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar a prevalência de anemia e cárie dentária em crianças menores de 6 anos acompanhadas pelo Centro de Recuperação e Educação Nutricional (CREN) do estado de alagoas. Trata-se de um estudo transversal descritivo, realizado no CREN, em Maceió-AL. O tamanho da amostra foi definido pelo universo de crianças, que possuíam até 5 anos e 11 meses de idade, cadastradas e acompanhadas pelo CREN. Os dados socioeconômicos foram obtidos por meio de entrevista com os pais. O peso foi avaliado através de balança antrpométrica ou digital. Os dados antropométricos foram avaliados seguindo as recomendações da WHO (2006). A análise bioquímica foi realizada através do hemograma. A análise de situação bucal seguiu os critérios estabelecidos pelo International Caries Detection and Assessment System. O banco de dados foi estruturado no Software Microsoft Office Excel® 2019. Os resultados revelam que a maioria das crianças possuem A/I e P/I adequados (> -2DP) e E/I inadequada (< -2DP). A prevalência de anemia foi de 4,44%. A prevalência de cárie dentária foi de 83,49%. Conclui-se que o CREN é uma instituição que exerce uma influência positiva sobre a promoção e a manutenção de um estado nutricional adequado e no desenvolvimento das crianças. Em contrapartida, a prevalência de cárie ainda é elevada, revelando a necessidade de ações de promoção de saúde bucal, educação nutricional e manutenção de programas sociais, como o Programa Bolsa Família.

References

MIGLIOLI, T. C. et al. Fatores associados ao estado nutricional de crianças menores de cinco anos. Rev. Saúde Pública, v. 49, n. 59, p. 1-8, 2015.

SPERANDIO, N. et al. Impacto f Bolsa Família Programo n the nutritional status of children and adolescentes from two Brazilian regions. Rev. Nutri., v. 34, n. 4, p. 447-487, 2017.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa nacional de amostra por domicílios. Rio de Janeiro: IBGE; 2013.

SÁNCHEZ-ABANTO, J. Evolution of chronic malnutrition in children under five in peru. Rev. Peru Med Exp Salud Publica, v.29, n. 3, p. 402-405, 2012.

CARDONA-ARIAS, J. A. Determinantes sociales del parasitismo intestinal, la desnutrición y la anemia: revisión sistemática. Rev. Panam Salud Publica, v. 41, p. 1-9, 2017.

COSTA, D. J. et al. Protein-energy malnutrition and early childhood caries. Rev. Nutr., v. 23, n. 1, p. 119-126, 2010.

SOBRINHO, M. et al. Desnutrición infantil em menores de cinco años em Perú: tendências y factores determinantes. Rev. Panam Salud Publica, v. 35, n. 2, p. 104-112, 2014.

DE ARAÚJO, T. S. et al. Desnutrição infantil em um dos municípios de maior risco nutricional do Brasil: estudo de base populacional na Amazônia Ocidental Brasileira. Rev. Bras. Epidemiol, v. 19, n. 3, p. 554-566, 2016.

CORREIA, L. T. A. et al. Eficácia do sururu (Mytella falcata) na recuperação de crianças desnutridas, moradoras de favelas de Maceió, Alagoas. Rev. Bras. Saúde Mater. Infant., v. 18, n. 1, p. 223-229, 2018.

SCHERER, F. et al. Cárie dentária e estado nutricional de crianças e adolescentes. Revista destaques acadêmicos, v. 6, n. 3, p. 89-96, 2014.

RIBEIRO, C. C. C. et al. A gravidade da cárie está associada à desnutrição proteico-calórica em pré-escolares? Ciênc. Saúde coletiva, v. 19, n. 3, p. 957-965, 2013.

PORCELLI, L. C. de S. et al. Prevalência de cárie dentária e sua correlação com as condições nutricionais entre escolares de um município do sul do Brasil. ClipeOdonto, v. 8, n.1, p. 2-9, 2016.

PERES, M. A. et al. Determinantes sociais e biológicos da cárie dentária em crianças de 6 anos de idade: um estudo transversal aninhado numa coorte de nascidos vivos no Sul do Brasil. Rev. Bras. Epidemiol, v. 6, n. 4, p. 293-306, 2003.

RIBEIRO, A. G.; DE OLIVEIRA, A. F.; ROSENBLATT, A. Cárie precoce na infância: prevalência e fatores de risco em pré-escolares, aos 48 meses, na cidade de João Pessoa, Paraíba, Brasil. Cad. Saúde Pública, v. 21, n. 6, p. 1695-1700, 2005.

OLIVEIRA, L. B.; SHEIHAM, A.; BONECKER, M. Exploring the association of dental caries with social factors and nutritional status in Brazilian preschool children. Eur J Oral Sci, v. 116, p. 37-43, 2008.

SILVA, T. M. et al. Desempenho cognitivo de pré-escolares com baixa estatura em tratamento de recuperação nutricional. Rev. Paul Pediatr., v. 36, n, 1, p. 39-44, 2018.

SAWAYA, A. L. Desnutrição: consequências em longo prazo e efeitos da recuperação nutricional. Estudos Avançados, v. 20, n. 58, p. 147-158, 2006.

World Health Organization. WHO Child Growth Standards: length/height-for-age, weight-for-age, weight-for-length, weight-for-height and body mass index-for-age: methods and development. Geneva; 2006.

ROSSI, L.; CARUSO, L.; GALANTE, A. P. Avaliação Nutricional: novas perspectivas. Ed. Guanabara Koogan LTDA, 2º edição: Rio de Janeiro, 2015.

World Health Organization, United Nations Childrens Fund, United Nations University. Iron deficiency anemia: assessment, prevention and control. A guide for programme managers. Geneva: World Health Organization; 2001.

SHIVAKUMAR, K. M.; PRASAD, S.; CHANDU, G. N. International Caries Detection and Assessment System: A new paradigma in detection of dental caries. J Conserv Dent., v. 12, n. 2, p. 10-16, 2009.

Ministério da Saúde (BR). Centro Brasileiro de Análise e Planejamento. Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher – PNDS 2006: dimensões do processo reprodutivo e da saúde da criança [Internet]. Brasília; 2009 [citado em 2019 set. 20]. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br./bvs/publicacoes/pnds_crianca_mulher.pdf

ZUCCO, C.; KOGLIN, G. Avaliação do perfil nutricional de crianças matriculadas nas escolas de educação infantil do município de Sapucaia do Sul. Revista Cippus – UNILASALLE Canoas/RS, v. 6, n.1, p. 15-24, 2018.

ALVES, N. I. et al. Estado nutricional de crianças em creches de Carapicuíba – SP comparado ao de seus pais. Rev. Eletron. Comum. Inf. Inov. Saúde., v. 12, n. 3, p. 310-322, 2018.

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Plano de ações estratégicas para o enfrentamento das doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) no Brasil 2011-2022 [Internet]. Brasília; 2011 [citado em 2019 out. 3]. Disponível em: htpp://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicações/plano_acoes_enfrent_dcnt_2011.pdf

VIEIRA, M. F. A. et al. Heigh and weight gains in a nutrition rehabilitation day-care service. Public Health Nutrition, v. 13, n. 10, p. 1505-1510, 2010.

SOUZA, M. M.; PEDRAZA, D. F.; DE MENEZES, T. N. Nutritional status of children attended in day-care-centers and food (in)security of their families. Ciênc. Saúde coletiva, v. 17, n. 12, p. 1-12, 2012.

NOVAES, T. G. et al. Prevalência e fatores associados à anemia em crianças de creches: uma análise hierarquizada. Rev Paul Pediatr., v. 35, n. 3, p. 281-288, 2017.

COTTA, R. M. et al. Social and biological determinants of iron deficiency anemia. Cad Saude Publica, v. 27, n. 2, p. 309-320, 2011.

DA MATTA, I. E. A. et al. Anemia em crianças menores de cinco anos que frequentam creches públicas do município do Rio de Janeiro, Brasil. Rev. Bras. Saúde Matern. Infant., v. 5, n. 3, p. 349-357, 2005.

ROCHA, D. S. et al. Estado nutricional e prevalência de anemia em crianças que frequentam creches em Belo Horizonte, Minas Gerais. Rev. Paul Pediatr., n. 26, v. 1, p. 6-13, 2008.

ALMEIDA, T. F. et al. Oral health status of children aged pre-school, living in áreas covered by the Family Health Program in Salvador, Bahia, Brazil. Rev. Bras. Saúde Mater. Inf., v. 9, n. 3, p. 247-252, 2009.

XAVIER, A. et al. Correlation between dental caries and nutritional status: preschool children in a Brazilian municipality. Rev Odontol UNESP, v. 42, n. 5, p. 378-383, 2013.

BATISTA, L. R. V.; MOREIRA, E. A. M.; CORSO, A. C. T. Alimentação, estado nutricional e condição bucal da criança. Rev. Nutr., n. 20, v. 2, p. 191-196, 2007.

Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (DIEESE). Pesquisa nacional da Cesta Básica de Alimentos, 2019. [Internet]. São Paulo; 2019 [citado em 2019 set. 29]. Disponível em: https://www.dieese.org.br/analisecestabasica/salarioMinimo.html

BOING, A. F. et al. Determinantes sociais da saúde e cárie dentária no Brasil: revisão sistemática da literatura no período de 1999 a 2010. Rev. Bras. Epidemiol, v. 17, n. 2, p. 102-115, 2014.

Published

2020-08-31

How to Cite

Cabral, M. J., Vieira, K. A., Sobrinho, I. A. de S., Damacena, L. B., & Ribeiro, K. B. (2020). Prevalência de anemia e cárie dentária em crianças desnutridas acompanhadas pelo Centro de Recuperação e Educação Nutricional (CREN) / Prevalence of anemia and dental caries in malnourished children followed by the center for nutritional recovery and education. Brazilian Journal of Development, 6(8), 63563–63577. https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-693

Issue

Section

Original Papers