A motivação e desmotivação no processo de aprendizagem do Ensino de Física / The motivation and demotivation in the learning process of Physics Teaching

Authors

  • Joseany da Silva Frota
  • Leonardo Mendes Pereira Xerez
  • Nórlia Nabuco Parente

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-640

Keywords:

Motivação, Aprendizagem, Ensino de Física.

Abstract

O presente artigo aborda uma pesquisa realizada através da disciplina de Estágio Supervisionado do curso de Licenciatura em Física do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, campus Sobral, na qual teve como principal objetivo analisar os fatores que implicam na motivação e desmotivação no processo de ensino-aprendizagem nas aulas de física. O estudo foi realizado em uma escola de ensino médio localizada na cidade de Coreaú, no estado do Ceará, e teve como público-alvo, 28 alunos da 2ª série e o professor de Física da turma. A análise foi realizada a partir da investigação das metodologias utilizadas pelo professor em sala de aula e a relação do mesmo com os discentes. É de suma importância acentuar que a motivação dos alunos é uma variável relevante no processo de ensino, na medida em que o rendimento escolar não pode ser explicado unicamente por conceitos como contexto familiar, condição socioeconômica e inteligência. Diante dessa problematização, este estudo pretendeu contribuir para um maior esclarecimento no campo educativo para compreensão de como as diversas estratégias de ensino poderiam melhorar a relação dos alunos no processo de aprendizagem no ensino de Física.

References

ALVES, Ironete da Silva. Motivação no contexto escolar: novos olhares. Serra: Faculdade Capixaba da Serra, 2013. Trabalho de Conclusão de Curso de Pedagogia. Disponível em: Acesso em: 13 de março de 2020.

BERALDO, Fátima; SOARES, Sandra. Avaliação da aprendizagem: desafios e necessidade formativa de docentes universitários. 37ª Reunião da ANPED, UFSC, Florianópolis, 2015.

BACICH, Lilian; NETO, Adolfo Tanzi; TREVISANI, Fernando de Mello. (Org.). Ensino híbrido personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Bookman, 2015.

BOCK, Ana M. Bahia (org). Psicologias: uma introdução ao estudo de Psicologia. 13ª ed. São Paulo: Saraiva, 1999.

BORUCHOVITCH, Evely e BZUNECK, José Aloyseo (orgs). A motivação do aluno: contribuições da psicologia contemporânea. 4.ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2009.

BORUCHOVITCH, E. (2001). Dificuldades de aprendizagem, problemas motivacionais e estratégias de aprendizagem. In Sisto et al (orgs.), Dificuldades de aprendizagem no contexto psicopedagógico (pp. 40-59). Petrópolis, RJ: Editora Vozes.

BRUGIM, L.A. O Papel da família diante da Evasão Escolar. Paraná: Produção Didático Pedagógica, 2014.

CAMPOS, Dinah. Psicologia da Aprendizagem. 39 ed. Petrópolis: Vozes, 2011.

FITA, E.C. O professor e a motivação dos alunos. In: TAPIA, J.A; FITA, E.C. A motivação em sala de aula: O que é, como faz. 5 ed. São Paulo: Loyola. 2003.

GUIMARÃES, S.E. R. Motivação intrínseca, extrínseca e o uso de recompensas em sala de aula. In: BZUNECK, J .A.; BORUCHOVITCH, E. (Orgs.). A Motivação do Aluno: Contribuições d a psicologia contemporânea. Rio de Janeiro: Vozes,2001. p. 37-55.

J.B. Silva e G.L Sales, Acta Scientiae 19, 782 (2017).

J.B. Silva, G.L. Sales e F.R.V. Alves, Caderno Brasileiro de Ensino de Física 35, 20 (2018).

JULIATTO, Clemente Ivo. De professor para professor: falando de educação. Curitiba: Champagnat; PUCPR, 2013.

KALOUSTIAN, S. M. A importância da família. In: KALOUSTIAN, S. M. (Org.), Família brasileira: a base de tudo. 5.ed. São Paulo: Cortez : Brasília, DF: UNICEF, 2008.

LIBÂNEO, José Carlos. Didática. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2013.

LIMA, L.M.S. Motivação em sala de aula: A mola propulsora da aprendizagem. In: SISTO, F.F; OLIVEIRA, G.C; FINI, L.D.T. (Orgs.) Leitura de psicologia para formação de professores. Rio de Janeiro: Vozes, 2000.

MENARD, P., Bott, G., Crossler, R. (2017). User motivations in protecting information security: Protection motivation theory versus self-determination theory. Journal of Management Information Systems, 34(4), 1203–1230.

PAIVA, M.O.A; LOURENÇO, A.A. (2009). Comportamentos Disruptivos versus Rendimento Académico: uma abordagem com modelos de equações estruturais. Psicol. Educ. Cultura, 13 (2), 283-306.

PERASSINOTO, Gislaine Marques; BORUCHOVITCH, Evely; BZUNECK; José Aloyseo. Estratégias de aprendizagem e motivação para aprender de alunos do Ensino Fundamental. Avaliação Psicológica, v.12, n.3, p.351-359, dez. 2013.

PICANÇO, A.L.B. A Relação Entre Escola e Família: as suas implicações no processo de ensino aprendizagem. Lisboa: Escola Superior de Educação João de Deus, 2012.

PIMENTEL, E. F. Os educandos da educação de jovens e adultos e as estratégias motivacionais utilizadas no processo ensino-aprendizagem. Revista Latino Americana de Educação, Cultura e Saúde, v. 1, n. 1, p. 189-200, jan./mar. 2017.

RIBEIRO, F. (2011). Motivação e aprendizagem em contexto escolar. Revista Profforma,

(3)1, 01-05.

STOVER, J. B., Bruno, F. E., Uriel, F. E., Liporace, M. F. (2017). Teoría de la Autodeterminación: Una revisión teórica. Perspectivas en Psicología, 14(2), 105–115.

SCHWARTZ, Suzana. Motivação para ensinar e aprender: teoria e prática. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

TAPIA, J.A. Contexto, motivação e aprendizagem. In: TAPIA, J.A; FITA, E.C. A motivação em sala de aula: O que é, como se faz. 5ed. São Paulo: Lo yola, 2003.p.11-61

VIEIRA, R. e VIEIRA, A. Construindo pontes e travessias: das mediações sociais à mediação intercultural, Revista Medi@ções, 2017. p. 44-56.

VYGOTSKY, L.S. (2003). Pensamento e linguagem (2.ª Ed.). São Paulo: Martins Fontes.

Published

2020-08-27

How to Cite

Frota, J. da S., Xerez, L. M. P., & Parente, N. N. (2020). A motivação e desmotivação no processo de aprendizagem do Ensino de Física / The motivation and demotivation in the learning process of Physics Teaching. Brazilian Journal of Development, 6(8), 62802–62816. https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-640

Issue

Section

Original Papers