O uso da papaína no tratamento de feridas úlceradas e sua toxicidade / The use of papain in the treatment of ulcerated wounds and its toxicity

Authors

  • Salatiel Henrique Pereira de Lima Brazilian Journals Publicações de Periódicos, São José dos Pinhais, Paraná
  • Dayana Gouveia de Lemos
  • Sulamita Ivonete de Andrade Oliveira
  • Adjair de Melo Cirilo
  • Tércia Viturino da Silva
  • Hysllanny Evellynn da Cruz
  • Lourival Amâncio da Silva
  • Márcia Virginia Rodrigues dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv8n1-440

Keywords:

Papaína, Toxicidade, Úlceras.

Abstract

As feridas são um problema de saúde pública, principalmente em portadores de doenças crônicas como diabetes, sífilis e pacientes acamados, por ter um tempo maior de tratamento gerando custos elevados, aumentando a procura por serviços médicos já sobrecarregados, e interferindo na qualidade de vida dos pacientes. Recentemente, uma classe que vem chamando a atenção são os  biocurativos e outros agentes cicatrizantes e desbridantes em forma de géis, cremes, pomadas ou pós, feitos a partir de substâncias naturais que podem ser prescritas por farmacêuticos como a papaína - uma substância extraída do mamão papaia verde - uma mistura de enzima proteolítica e peroxidase de baixa toxicidade, devido a sua inativação por uma globulina plasmática. Porém quando isso não ocorre, ou no caso de consumo inadequado, pode trazer danos à saúde. Sendo necessário o acompanhamento farmacológico quanto à dose e forma de uso garantindo a cicatrização efetiva e rápida. O objetivo desse artigo é relatar o uso da papaína no tratamento de feridas ulceradas e sua toxicidade. Foi realizada uma revisão de literatura em bibliotecas científicas online através dos descritores: Papaína, Toxicidade e Úlceras. 

References

CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA. Dispõe sobre Boas Práticas Farmacêuticas para o controle sanitário do funcionamento, da dispensação e da comercialização de produtos e da prestação de serviços farmacêuticos em farmácias e drogarias e dá outras providências. Resolução Nº 44 do CFF, de 17 agosto de 2009.

CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA. Regulamenta a prescrição Farmacêutica e dá outras providências. Resolução Nº 586 do CFF, de 29 de agosto de 2013.

DE BRITO JUNIOR, Lacy Cardos; DE LUCENA FERREIRA, Pollyanna. Cicatrização de feridas contaminadas tratadas com papaína. Medicina (Ribeirão Preto. Online), v. 48, n. 2, p. 168-174, 2015.

DE CASTRO, Ramon Sotto; DA FONSECA, Gastão Luiz. Papaína: Efetividade na cicatrização de úlcera cutânea-Relato de caso. Revista de Saúde, v. 8, n. 1 S1, p. 129, 2017.

DE SOUZA, Maria Cristina Almeida et al. Úlcera crônica tratada com gel de papaína 10% na Estratégia Saúde da Família: relato de experiência. Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, v. 12, n. 39, p. 1-8, 2017.

FELISBINO, Manuela Brisot et al. Perfil dos pacientes com mutação no gene da alfa-1 antitripsina em um centro de referência no Brasil. 2018. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas, Florianópolis, 2018.

LEITE, Andréa Pinto et al. Uso e efetividade da papaína no processo de cicatrização de feridas: uma revisão sistemática. Revista Gaúcha de Enfermagem, v. 33, n. 3, p. 198-207, 2012.

MAGALHÃES, Sérgia Maria Starling; CARVALHO, W. S. Reações adversas a medicamentos. Gomes MJVM, Moreira AM. Org. Ciências farmacêuticas: uma abordagem em farmácia hospitalar. São Paulo: Atheneu, p. 125-45, 2001.

MOTA, Alberto Andrade Reis et al. Evolução histórica dos métodos de extração da papaína: uma revisão da literatura sobre a purificação desta enzima. Revista de Enfermagem da FACIPLAC, v. 2, n. 3, 2017.

RIBEIRO, Andréa Pinto Leite et al. Efetividade dos géis de papaína a 2% e 4% na cicatrização de úlceras venosas. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 49, n. 3, p. 394-400, 2015.

Published

2022-01-24

How to Cite

de Lima, S. H. P., de Lemos, D. G., Oliveira, S. I. de A., Cirilo, A. de M., da Silva, T. V., da Cruz, H. E., da Silva, L. A., & dos Santos, M. V. R. (2022). O uso da papaína no tratamento de feridas úlceradas e sua toxicidade / The use of papain in the treatment of ulcerated wounds and its toxicity. Brazilian Journal of Development, 8(1), 6501–6507. https://doi.org/10.34117/bjdv8n1-440

Issue

Section

Original Papers