Avaliação da qualidade microbiológica de polpas de frutas artesanais produzidas e comercializadas nos mercados públicos do Município de João Pessoa / Evaluation of the microbiological quality of handmade fruit pulp produced and commercialized in the public markets of João Pessoa Municipality

Authors

  • Renata de Eça Santos
  • Patrícia Pinheiro Fernandes Vieira

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-654

Keywords:

Processamento de frutas, Análise Microbiológica, feiras livres.

Abstract

O mercado de polpa de frutas é um ramo bastante promissor e lucrativo dentro do mercado alimentício, fatores como praticidade e o fato encontrar diferentes sabores de polpas de frutas independente da sazonalidade fez esse tipo de produto cair no gosto do consumidor. O processamento artesanal de frutas para obtenção das polpas é uma atividade comum entre os feirantes no município de João Pessoa- PB, pois, além de agregar valor econômico à fruta evitam desperdícios que ocorrem durante a comercialização da fruta in natura. Para o presente trabalho foram realizadas análises microbiológicas em 16 amostras de nove sabores diferentes de polpas de frutas artesanais que são produzidas e comercializadas pelos feirantes da cidade de João Pessoa- PB, com o objetivo de verificar a qualidade microbiológica desses produtos. Para isto, foram realizados os testes de Contagem total de Aeróbios Mesofilos em placas onde (32,5%) das amostras apresentaram-se uma contagem elevada, acima do considerado seguro; Para a contagem de bolores e leveduras (87,5%) das amostras estavam acima do determinado na legislação vigente; Na contagem de coliformes totais (18,75%) e coliformes termotolerantes (37,5%) estavam acima do estabelecido pela legislação vigente, por fim o teste de Salmonella onde (43,75%) das amostras deram presença desse tipo microrganismo. Os resultados obtidos indicaram que em 100% das amostras analisadas, em pelo menos um dos testes realizados, não atendiam o determinado pela legislação em vigor. Isso pode indicar que o processo de fabricação e armazenamento é realizado fora dos padrões de higiene e boas práticas de fabricação, além de possível matéria prima com alto índice de contaminação. Estando assim imprópria para consumo e podendo representar sérios riscos a saúde do consumidor.

References

AMORIM, G. M.; SANTOS, T. C.; PACHECO, C. S. V.; TAVARES, I. M. C.; FRANCO, C. Avaliação microbiológica, físico- química e sensorial de polpas de frutas comercializada em Itapetinga-BA. Enciclopédia Biosfera. v.6, n.11, p.1-7, 2010.

APHA. American Public Health Association. Compendium of methods for the 41 microbiological examination of foods. 4th. ed., 2001.

BASTOS, M. S. R. Processamento mínimo de melão Cantaloupe ”Hy-Mark”: qualidade e segurança. 2004. 155f. Tese - (Doutorado em Ciência e Tecnologia de Alimentos), Departamento de Tecnologia de Alimentos, Universidade Federal de Viçosa, 2004.

BENEVIDES, S. D.; RAMOS, A. M.; STRINGHETA, P. C.; CASTRO, V. C. Qualidade da Manga e Polpa da Manga Ubá. Revista Ciência eTecnologia de Alimentos, v. 28, n. 3, p. 571-578, 2008.

BRASIL. Ministério da Agricultura e do Abastecimento. Instrução Normativa Nº 1, de 7 de janeiro de 2000. Regulamento técnico geral para fixação dos padrões de identidade e qualidade para polpa de frutas. Diário Oficial da União, Nº 6, Brasília, 10 de janeiro de 2000.

BUENO, S. M.; LOPES, M. do R. V; GRACIANO, R. A. S; FERNANDES, E. C. B; GARCIA-CRUZ, C. H. Avaliação da qualidade de Polpas de Frutas Congeladas. Revista Instituto Adolfo Lutz, v. 62, n. 2, p. 121-126, 2002.

CDC (Centers for Disease Control and Prevention) - Outbreak of Escherichia coli O157:H7 Infections Associated with Drinking Unpasteurized Commercial Ap. Disponível em: <https://www.cdc.gov/mmwr/preview/mmwrhtml/00044358.htm>. Acesso em:20 de agosto de 2020.

CDC (Centers for Disease Control and Prevention) - Outbreak of Salmonella Serotype Muenchen Infections Associated with Unpasteurized Orange Juice – Un. Disponível em: <https://www.cdc.gov/mmwr/preview/mmwrhtml/mm4827a2.ht>. Acesso em:20 de agosto de 2020.

DE MARCHI, R. Desenvolvimento de uma bebida a base de maracujá (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.) com propriedades de reposição hidroeletrolítica. Dissertação (Mestrado) - Faculdade de Ciências Farmacêuticas - Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho”, Araraquara, 2001.

De PARIZ, K. L. Avaliação da Qualidade Microbiológica de Polpas de Frutas. (Trabalho de Conclusão de Curso) Tecnologia em Alimentos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – Campus Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul, 2011.

FAO (Food and Agriculture Organization). FAOSTAT - Food and agriculture data, 2018. Disponível em:<http://www.fao.org/faostat/en/#home> . Acesso em:20 de agosto de 2020.

FRANCO, B. D. G. M.; LANDGRAF, M. Microbiologia dos Alimentos. São Paulo: Atheneu, 2008.

HUANGA, J.; LUOB,Y.; ZHOUB , B.; ZHENGC, J.; NOUB, X. Growth and survival of Salmonella enterica and Listeria monocytogenes on fresh-cut produce and their juice extracts: Impacts and interactions of food matrices and temperature abuse conditions. Food Control, v. 100, p. 300-304, 2019.

LIM, J. S.; HA, J.W. Effect of acid adaptation on the resistance of Escherichia coli O157:H7 and Salmonella enterica serovar Typhimurium to X-ray irradiation in apple juice. Food Control, v. 120, 107489, 2021

MORAIS, F. A.; ARAÚJO, F. M. M. C.; MACHADO, A. V. Influência da atmosfera modificada sob a vida útil pós-colheita do mamão ‘formosa’. Revista de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v.5, n. 4, p.01-09, 2010.

PEREIRA, J. M. A. T. K; OLIVEIRA, K. A. de M.; SOARES, de F, F.; GONÇALVES, M. P. J. C.; PINTO, C. L. O.; FONTES, E. A. F. Avaliação da qualidade físico-química microbiológica e microscópica de polpas de frutas congeladas comercializadas na cidade de Viçosa-MG, Alim. Nutr., Araraquara, v.17, n.4, p.437-442, 2006.

SAINZ, R. L. J. L.; VENDRUSCOLO, J. L. D. S. Propriedades da poligalacturonase e pectinametilesterase em pêssegos [Prunus persica (L.) Batsch] de cultivares brasileiras. Revista Brasileira de Tecnologia Agroindustrial, v. 9, n. 1, p. 1724-1743, 2015.

SANTOS, C. A. A.; SANTOS, C. Avaliação microbiológica de polpas de frutas congeladas. Revista Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 28, n. 4, p. 913-915, 2008.

SANTOS, E. H. F.; NETO, A. F.; DONZELI, V.P. Physical, chemical and microbiological aspects of fruit pulps marketed in Petrolina (PE) and Juazeiro (BA). Brazilian Journal of Food Technology, vol.19, 2016.

SHEARER, A. E.; LESTRANGE, K.; CASTANEDA SALDANA, R.; KNIEL, K. E. Transfer of pathogens from cantaloupe rind to preparation surfaces and edible tissue as a function of cutting method. Journal of Food Protection, v. 79, n. 5, p. 764–770, 2016.

SILVA, N.; JUNQUEIRA, V. C. A; SILVEIRA, N. F. A.; TANIWAKI, M. H.; SANTOS, R. F. S.; GOMES, R. A. R.; OKAZAKI, M. M. Manual de métodos de análises microbiológicas de alimentos. 3ª ed. São Paulo: Logomarca Varela. 2007.

SOUZA FILHO, M. de S. M. Aspectos físicos, químicos, físico-químicos e tecnológicos de diferentes clones de caju. Dissertação (Mestrado em Tecnologia de Alimentos) - Faculdade de Engenharia de Alimentos, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2008.

SOUZA, A. C. F.; SOUZA ,J. F.; MENDES, I. G. Microbiological evaluation of frozen fruit pulp sold at public fairs in Macapá, Amapá. Research, Society and Development, v. 9, n. 2, 191922152, 2020.

Published

2020-09-29

How to Cite

Santos, R. de E., & Vieira, P. P. F. (2020). Avaliação da qualidade microbiológica de polpas de frutas artesanais produzidas e comercializadas nos mercados públicos do Município de João Pessoa / Evaluation of the microbiological quality of handmade fruit pulp produced and commercialized in the public markets of João Pessoa Municipality. Brazilian Journal of Development, 6(9), 72847–72857. https://doi.org/10.34117/bjdv6n9-654

Issue

Section

Original Papers