Determinação de ácido ascórbico e carotenóides totais em amostras de polpa de pitaia branca (hylocereus undatus) e vermelha (hylocereus polyrhizus) submetidas a procedimentos térmicos / Determination of ascorbic acid and total carotenoids in white (hylocereus undatus) and red (hylocereus polyrhizus) pulp samples submitted to thermal procedures

Authors

  • Nailma de Jesus Martins
  • Sandra Mara Silva
  • João Paulo Sampaio Rigueira
  • Patrícia Xavier Baliza
  • Patrícia Nirlane da Costa Souza
  • Leila Moreira Bittencourt Rigueira

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-654

Keywords:

Pitaia, ácido ascórbico, carotenóides, tratamento térmico.

Abstract

A pitaia é uma cactácea frutífera originária das Américas e vem se estabelecendo economicamente em diversos países, como o Brasil. É uma fruta que possui baixo teor calórico e quantidade expressiva de vitaminas, minerais e compostos antioxidantes. Neste contexto, o estudo tem com intuito determinar a concentração de ácido ascórbico (vitamina C) e carotenóides totais em amostras de polpa de pitaia branca e vermelha comercializadas na cidade de Janaúba – Minas Gerais. Empregou-se a titulometria para a determinação de ácido ascórbico e a espectrofotometria UV/visível para a determinação carotenóides totais nas polpas de duas espécies de pitaias (Hylocereus undatus e Hylocereus polyrhizus) que foram submetidas à procedimentos de aquecimento e congelamento. Os teores de ácido ascórbico nas amostras de pitaias branca e vermelha in natura são condizentes com a literatura. Para a maior parte das amostras houve uma correlação positiva entre a temperatura e o tempo de exposição, exceto para a pitaia de polpa vermelha. Os teores de carotenóides totais para as amostras de pitaia de polpa vermelha decresceram com o tempo de armazenamento em ambos os processos (congelamento e aquecimento). Para a pitaia de polpa branca não foi possível determinar a concentração de carotenóides totais empregando a espectrofotometria UV/visível. Baseando-se neste estudo, conclui-se que a pitaia branca e vermelha apresentaram quantidades significativas de ácido ascórbico, podendo ser agregado à alimentação devido ao seu efeito protetor para organismo, sendo seu extrato um potencial substituinte dos ingredientes artificiais utilizados na indústria.
 

 

References

ABREU, W. C.; LOPES, C. O.; PINTO, K. M.; OLIVEIRA, L. M.; CARVALHO, G. B. M.; BARCELOS, M. F. P. Características físico-químicas e atividade antioxidante total de pitaias vermelha e branca. Revista do Instituto Adolfo Lutz, São Paulo, v. 71, n. 4, p. 656-61, 2012.

CAMPELO, E. C. DE S.; MARTINS, M. H. B.; CARVALHO, I. T.; PEDROSA, E. M. R.; Teores de vitamina “c” em polpas de acerola (malpighia glabra l.) Congeladas. B. CEPPA, v. 16, n. 1, p. 107-113. Curitiba, 1998.

CARDOSO, L.S. Fotofisica de carotenóides e o papel antioxidante de ?-caroteno. Química Nova, 20(5): 535-540, 1997.

CHAMBERS, S. J. ; LAMBERT, N. ; PLUMB, G. W. ; WILLIAMSON, G. Evaluation of the antioxidant properties of a methanolic extract from juice plus fruit and juice plus vegetable (dietary supplements). Food Chem., v.57, p.271-274, 1996.

CHEN, B; XU, M.; Natural Antioxidants in Foods. Encyclopedia of Food Chemistry, v. 1, 2019.

CHOO, W. S.; YONG, W. K. Antioxidant properties of two species of Hylocereus fruits. Advances in Applied Science Research, Tokyo, v.2 n.3, p. 418-425, Mar. 2011.

CORDEIRO, M. H. M.; SILVA, J. M.; MIZOBTSI, G. P.; MIZOBTSI, E H.; MOTA, W. F.; Caracterização física, química e nutricional da pitaia-rosa de polpa vermelha Rev. Bras. Frutic.; V. 37; p. 020-026; 2015; https://doi.org/10.1590/0100-2945-046/14

CORREIA, L. F. M.; FARAONI, A. S.; PINHEIRO¬-SANT’ANA, H. M. Efeitos do processamento industrial de alimentos sobre a estabilidade de vi¬taminas. Alimentos e Nutrição, Araraquara, v. 19, n.1, p. 83-95, 2008.

de CUNHA, C. T.; FERNANDES, V. B.; SILVA, A. C. S.; MENDES, F. N. P.; VIEIRA, I. G. P. Extração e caracterização por espectroscopia da luteína a partir de flores Tagetes spp. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 7, p. 46030-46035, 2020.

FARNWORTH, E. R.; LAGACÉ, M.; COUTURE, R.; YAYLAYAN, V.; STEWART, B. Thermal processing, storage conditions, and the composition and physical properties of orange juice. Food Research International, v. 34, n. 1, p. 25-30, 2001.

INSTITUTO ADOLFO LUTZ. Normas analíticas do (IAL) - Métodos químicos e físicos para análise de alimentos. Edição IV. 1000p. 2008.

LEE, S. K.; KADER, A. A. Precharvest and postharvest factors influencing vitamin C content of horticultural crops. Postharvest Biology and Technology, v. 20, n. 3, p. 207-220, 2000.

LIAO, H.; ZHU, W.; ZHONG, K.; LIU, Y.; Evaluation of colour stability of clear red pitaia juice treated by thermosonication; LWT - Food Science and Technology; V. 121; 108997; 2020; https://doi.org/10.1016/j.lwt.2019.10899;

LIRA, S. M.; DIONÍSIO, A. P.; HOLANDA, M. O.; MARQUES, C. G.; SILVA, G. S. DA; CORREA, L. C.; SANTOS, G. B. M.; DE ABREU, F. A. P.; MAGALHÃES, F. E. A.; REBOUÇAS, E. DE L., GUEDES, J. A. C., OLIVEIRA, D. F. DE, GUEDES, M. I. F., & ZOCOLO, G. J.; Metabolic profile of pitaia Hylocereus polyrhizus(F.A.C. Weber) Food Research International, 127, https://doi.org/10.1016/j.foodres.2019.108701. (2020).

LOPES, A.S. Pitanga e acerola: estudo de processamento, estabilidade e formulação de néctar misto. Campinas – SP. Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP. Tese de Doutorado. 2005. p. 193.

MELÉNDEZ-MARTÍNEZ, A. J.; VICARIO, I. M.; HEREDIA, F. J. Provitamin A carotenoids and ascorbic acid contents of the different types of orange juices marketed in Spain. Food Chemistry, v. 101, n. 1, p. 177-184, 2007.

MELLO, F.R. Avaliação das características físico-químicas e atividade antioxidante da pitaia e determinação do potencial do mesocarpo como corante natural para alimentos. Curitiba. Universidade Federal do Paraná. Dissertação doutorado, 2014.

MELO, E.A.; MACIEL, M. I. S.; LIMA, V. L. A. G.; ARAÚJO, C. R.; Teor de fenólicos totais e capacidade antioxidante de polpas congeladas de frutas. Alimento e Nutrição; v.19; p. 67- 72; 2008.

MOURA, J. G. L.; PETROSKI, P. S.; de LIMA, D. L.; MOSSMANN, V.; WEIMER, P.; de CASTILHOS, J.; ZIEGLER, V.; ROSSI, R. C. Avaliação da influência do tempo de congelamento no potencial antioxidante e teor de cianidina-3-glicosídeo em frutos de amora-preta. Brazilian Journal of Development, v. 6, n. 3, p. 15096-15113, 2020.

NUNES, E. N.; SOUSA, A. S. B.; LUCENA, C. M.; SILVA, S. M.; LUCENA, R. F. P.; ALVES, C. A. B.; ALVES, R. E. Pitaia (Hylocereus sp.): Uma revisão para o Brasil. Revista Gaia Scientia, v.8, n.1, p.90-98, 2014.

OBENLAND, D.; CANTWELL, M.; LOBO, R.; SIEVERT, J.; ARPAIA, M. L. Impacto f atorage conditions and variety on quality atributes and aroma volatiles of pitahaya (Hylocereus spp.). Scientia Horticulturae. v.199, p.15-22, 2016.

PEREIRA, A. S. Teores de carotenóides em cenoura (Daucus carota L.) e sua relação com a coloração das raízes. Minas Gerais. Universidade Federal de Viçosa. Dissertação de mestrado, 2002.

RECOMMENDED DIETARY ALLOWANCES NATIONAL. Washington : Academic Press, 1989. p. 284-286.

RODRIGUEZ-AMAYA, D. B. Carotenoids and food preparation: the retention of provitamin A carotenoids in prepared, processed, and stored foods. Washington, DC: OMNI, 1997- 93 p.

RODRIGUEZ-AMAYA, D.B.; KIMURA, M.; AMAYA-FARFAN, J. Fontes de carotenóides: tabela brasileira de composição de carotenóides em alimentos. Brasília: Ministério de Meio Ambiente/Secretaria de Biodiversidade e Florestas, 2008. 99p.

SOARES, L. P.; JOSÉ, A. R.; Compostos bioativos em polpas de mangas ‘rosa’ e ‘espada’ submetidas ao branqueamento e congelamento. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal – SP, v. 35, n.2, p. 579-586, 2013.

ZAINOLDIN, K. H.; BABA, A. S.The Effect of Hylocereus polyrhizusand Hylocereus undatus on physicochemical, proteolysis, and antioxidant activity in yogurt. World Academy of Science, Engineering and Technology, v.60, p. 361-366, 2009.

Published

2020-08-28

How to Cite

Martins, N. de J., Silva, S. M., Sampaio Rigueira, J. P., Xavier Baliza, P., Costa Souza, P. N. da, & Bittencourt Rigueira, L. M. (2020). Determinação de ácido ascórbico e carotenóides totais em amostras de polpa de pitaia branca (hylocereus undatus) e vermelha (hylocereus polyrhizus) submetidas a procedimentos térmicos / Determination of ascorbic acid and total carotenoids in white (hylocereus undatus) and red (hylocereus polyrhizus) pulp samples submitted to thermal procedures. Brazilian Journal of Development, 6(8), 62998–63011. https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-654

Issue

Section

Original Papers