A modernidade na poética de rimbaud / Modernity in rimbaud's poetry

Authors

  • Vanderley José de Oliveira
  • Iêdo de Oliveira Paes

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-637

Keywords:

Linguagem, Literalidade, Modernidade.

Abstract

O estudo apresenta um recorte na obra de Jean Nicolas Arthur Rimbaud e objetiva demarcar o surgimento da poesia moderna, ainda no final do século XIX através da análise do poema Fome. A base dos estudos, propõe-se uma pesquisa bibliográfica, com ênfase em Lefebve (1986), Paz (1982), Rimbaud (1871), Bachelard (2013) e Barthes (1982). Observar-se-á uma mescla de aspectos, tanto da realidade, através de fatos inerentes ao contexto histórico francês do final do século XIX, quanto da singularidade na escritura inovadora do poeta que, com seu grito adolescente, demarca de forma rebelde e marginal a transitoriedade entre a poesia clássica e a moderna. Visto que o primeiro modelo de poesia prende-se à visão e a padrões pré-estabelecidos; os quais impedem de mostrar as ações reais do mundo, neste poema, Rimbaud apresenta uma novidade, tanto na forma, com suas estrofes livres e rimas poéticas desconexas, quanto com seu conteúdo instigador; uma vez que o poeta trabalha com os elementos da linguagem e suas sugestividades de um jeito livre, mas extremamente voraz com o jogo linguístico, histórico e filosófico. Outro foco do estudo, direciona-se a uma análise crítica que possibilite novas reflexões no contexto do Ensino Superior, com o intuito de que, na contemporaneidade, a expressão moderna de Rimbaud diante da arte seja elo de correlações literárias.

References

BACHELARD, G. Lautréamont. Trad. de Fábio F. de Almeida. Goiânia: Edições Ricochete, 2013.

______. La formation de l’ esprit scientifique. Paris, PUF, 1961.

______. A Poética do Espaço. São Paulo, Abril, 1974.

BAUMAN, Zygmunt, Modernidade líquida. Ttradução Plínio Dentzien. – Rio de Janeiro: Zhar, 2001.

BALANCIN, Euclides Martins. Bíblia Sagrada. São Paulo, PAULUS – 1990.

BARTHES, Roland. Crítica e Verdade. Edições 70. 1982.

LEFEBVE, M. Jean. Estrutura do discurso da poesia e da narrativa. Livraria Almedina. Editora: Coimbra – 1986.

PAZ, Octavio. O Arco e a lira; tradução de Olga Savary. – Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1982.

RIMBAUD, Arthur. Uma Temporada no Inferno. (trad. Paulo Hecker Filho). Porto

Alegre: L&PM, 2001.

SILVA, Tomaz Tadeu. Teoria cultural e educação – um vocábulo crítico. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

WHITE, Edumund. Rimbaud: a vida dupla de um rebelde. Tradução Marcos Bgno. – São Paulo: Companhia das Letras, 2010.

Published

2020-08-27

How to Cite

Oliveira, V. J. de, & Paes, I. de O. (2020). A modernidade na poética de rimbaud / Modernity in rimbaud’s poetry. Brazilian Journal of Development, 6(8), 62759–62770. https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-637

Issue

Section

Original Papers