Análise diagnóstica e acústica sobre o uso de fones de ouvido entre jovens em idade escolar / Diagnostic and acoustic analysis on the use of headphones among school age young people

Authors

  • Otávio Akira Sakai
  • Joyce RonquimWedekind
  • Grasielle Cristina dos Santos Lembi Gorla
  • Rodrigo de Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-595

Keywords:

fones de ouvido, monitoramento acústico, ruído de lazer, ambiente escolar.

Abstract

O uso constante de fones de ouvido tem se tornado presente na vida dos jovens e adolescentes da contemporaneidade. Pode parecer um inocente dispositivo eletrônico, porém seu uso inadequado pode acarretaralguns problemas de saúde, sobretudo ao sistema auditivo. Tendo em vista a importância deste tema, esta pesquisa se propôs a conhecer os hábitos auditivos de estudantes do ensino médio profissionalizante, acerca do uso de smartphones interligados a fones de ouvido. Tal estudo se consolidou por meio de um questionário diagnóstico e de medições do nível de pressão sonora (NPS) destes estéreos. O objetivo foi avaliar quão expostos estão os adolescentes ao “ruído de lazer”, proporcionado pelo uso rotineiro destestipos de dispositivos. Os resultados demonstraram dados preocupantes quanto ao hábito de uso, quantidade de horas e intensidade sonora que podem ser prejudiciais à saúde.

References

GERGES, S. N. Y. Ruído, fundamentos e controle. Santa Catarina: Biblioteca Universitária Feder, 1992.

GONÇALVES, C.L; DIAS, F.A.M, Audiological findings in Young users of headphones, Rev. CEFAC. 2014 Jul-Ago; 16(4):1097-1108.

NBR 10151 – Avaliação do Ruído em áreas habitadas, visando o conforto da comunidade – procedimento. Rio de Janeiro: ABNT, 2000.

NBR 10152 – Níveis de ruído para conforto acústico. Rio de Janeiro: ABNT, 1987.

NEVES, C. S. B. Estéreos pessoais e perda auditiva: percepção pelos adolescentes da exposição sonora e dos cuidados auditivos. 2014. 130 f. Tese (Doutorado em Saúde da criança e do Adolescente) – Faculdade de Medicina - Universidade Federal de Minas Gerais, 2014.

RUSSO, I.C.P; FIRST, D; ABUT, N.D.B. El uso de stereo personal: el conocimento y la conciencia de los adolescents. Fonoaudiologica. 2009;55:22-37.

SANTOS, I; COLELLA –SANTOS, M.F; COUTO, C.M. Sound pressure level generated by individual portable sound equipment. Braz. J. Otorhinolaryngol. 2014;80:41-7.

SANTOS, I; COUTO, C.M. Emissões otoacústicas e hábitos auditivos de universitários que fazem uso de equipamentos sonoros portáteis individuais (Monografia). Campinas: Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas: 2009.

SWEENEY, D.J; WILLIAMS, T. A;ANDERSON, D. R. et al. “Estatística aplicada à administração e economia, 3° edição, Editora Cengage, São Paulo, 2013.

TESCH, L. T. O uso abusivo de fones de ouvido como causa de problemas auditivos em adolescentes. 2016. 33 f. Monografia (Especialização em Saúde para professores do Ensino Fundamental e Médio) – Universidade Federal do Paraná, 2016.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Regional Office for Europe (2018). Environmental noise guidelines for the European Region. 160 p. Disponível em: <http://www.euro.who.int>. Acesso em: 12 maio 2020.

Published

2020-08-26

How to Cite

Sakai, O. A., RonquimWedekind, J., Gorla, G. C. dos S. L., & Oliveira, R. de. (2020). Análise diagnóstica e acústica sobre o uso de fones de ouvido entre jovens em idade escolar / Diagnostic and acoustic analysis on the use of headphones among school age young people. Brazilian Journal of Development, 6(8), 62247–62257. https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-595

Issue

Section

Original Papers