Distribuição espacial dos estoques de produtos agropecuários nos níveis nacional, regional e estadual / Spatial distribution of stocks of agricultural products at national, regional and state levels

Authors

  • Williane Silva Pinheiro
  • Daniel Arnóbio Dantas da Silva
  • Maria Helena Juvito da Costa
  • Eloi Nunes Ribeiro Neto
  • Bárbara Freire de Oliveira
  • Pollyanna Cristina Gomes e Silva
  • Elaine Cristina Castro Almeida
  • Iasmyn Irenny de Souza Costa

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-571

Keywords:

Armazenamento, Grãos, Conservação

Abstract

O principal objetivo da armazenagem de grãos é manter a qualidade do produto que veio do campo. Nos países desenvolvidos, os problemas da colheita, armazenamento e manuseio (secagem, limpeza, movimentação, etc.) de grãos, constituem objeto de estudo permanente. Uma prioridade deve ser a redução do desperdício por falta de silos adequados, limpeza das instalações mal feita, secagem dos grãos mal realizada, transporte inadequado e diversos outros fatores ligados à armazenagem. O Brasil apresenta-se atualmente como um dos maiores produtores mundiais de grãos, contudo, uma porcentagem considerável dessa produção é perdida por falta de instalações adequadas de armazenamento. Esse trabalho tem como objetivo fazer uma análise da capacidade estática de armazenagem, nos níveis nacional, regional e estadual, verificando a quantidade de estabelecimentos disponíveis e suas respectivas capacidades de armazenamento através de uma pesquisa desenvolvida com revisão bibliográfica sobre a armazenagem de produtos agropecuários prioritários ou derivados no Brasil e a atual capacidade estática; coleta dos dados para discussão sobre a capacidade estática e a distribuição dos estabelecimentos de armazenagem, a partir de dados oriundos do Sistema IBGE de Recuperação Automática – SIDRA. A partir dos dados expostos nota-se que a colheita de supersafra nem sempre resulta em ganhos elevados para os produtores, já que seus produtos perdem competitividade tanto no mercado interno quanto no externo, por causa de deficiências na rede armazenadora, além da estrutura de transporte e todo o processo de comercialização debilitado.

 

References

CONAB – Companhia Nacional de Abastecimento. Armazenagem Agrícola no Brasil, 2005.

ELIAS, M. C.; LORINI, I.; MALLAMANN, C. A.; DILKIN, P.; OLIVEIRA, M.;

MALLMANN, A. O. Manejo integrado no controle de pragas de grãos e derivados. In: ELIAS, M. C.; OLIVEIRA, M. Aspectos tecnológicos e legais na formação de auditores técnicos do sistema nacional de certificação de unidades armazenadoras. Pelotas: Ed. Santa Cruz, 2009. pp. 305-353.

GALLARDO, A. P., STUPELLO, B., GOLDBERG, D. J. K., CARDOSO, J. S. L., DE

OLIVEIRA PINTO, M. M. Avaliação da Capacidade de Infraestrutura de Armazenagem para os Granéis Agrícolas Produzidos no Centro Oeste Brasileiro. 2010.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE/ SIDRA, Pesquisa

de Estoques - Sistema IBGE de Recuperação de Dados Automática.2013. Disponível em

<http://www.sidra.ibge.gov.br/bda/default.asp>. Acesso em 24 de Abril de 2017.

Published

2020-08-26

How to Cite

Pinheiro, W. S., Silva, D. A. D. da, Costa, M. H. J. da, Neto, E. N. R., Oliveira, B. F. de, Silva, P. C. G. e, Almeida, E. C. C., & Costa, I. I. de S. (2020). Distribuição espacial dos estoques de produtos agropecuários nos níveis nacional, regional e estadual / Spatial distribution of stocks of agricultural products at national, regional and state levels. Brazilian Journal of Development, 6(8), 61948–61953. https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-571

Issue

Section

Original Papers