Creches universitárias seu contexto histórico / University day care centers its historical context

Authors

  • Silvânia Brito Araújo
  • Ennia Débora Passos Braga Pires
  • Geovania Fagundes Ribas
  • Soane Santos Silva
  • Maisa Oliveira Melo Ferraz
  • Rafael Martins Ribeiro
  • Kergileda Ambrósio de Oliveira Mateus

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-525

Keywords:

Creches Universitárias, Educação Infantil, Política Pública

Abstract

Este artigo é um recorte de uma pesquisa de mestrado e tem como objetivo discutir políticas públicas para Educação Infantil, especificamente, a implementação de creches universitárias. Pautando-se no materialismo histórico dialético, o estudo, de natureza bibliográfica e documental, discute os determinantes históricos que contribuíram para a criação das creches universitárias, colocando em relevo as lutas dos movimentos sociais. Conclui apontando que a implementação de creches no âmbito das universidades brasileiras está vinculada às reivindicações trabalhistas, respaldadas nas legislações e no movimento feminista em prol da luta por creches em locais de trabalho. As creches universitárias foram criadas no âmbito da política de benefício social, como forma de atender às demandas da comunidade universitária e não como direito da criança.

References

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil.

Brasília, DF: Senado, 1988. Disponível em: https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/518231/CF88_Livro_EC91_2016.pdf. Acesso em: 27 abr. 2019

CAMPOS, Maria Malta; ROSEMBERG, Fúlvia; FERREIRA, Isabel Morsoletto. Creches e pré-escolas no Brasil. 2. ed. São Paulo: Cortez: Fundação Carlos Chagas,1995.

CAMPOS, Maria Malta; ROSEMBERG, Fúlvia; FERREIRA, Isabel Morsoletto. Creches, pré-escolas, assistência à infância, direito da criança. São Paulo: Cortez: Fundação Carlos Chagas, 1993.

FAGUNDES, Magali dos Reis. A creche no trabalho... o trabalho na creche: um estudo sobre o Centro de Convivência Infantil da Unicamp: trajetória e perspectivas. 1997. 179f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de Campinas, Campinas, 1997.

FÁVERO, Maria de Lourdes de. A Universidade no Brasil: das origens à construção. Rio de Janeiro. Editora UFRJ/Inep, 2000.

KRAMER, Sônia. Políticas de financiamento para creche e pré-escola: razões políticas e razões práticas. In: CAMPOS, Maria Malta; FARIA, Ana Goulart de (Orgs.). Financiamento de políticas públicas para crianças de 0 a 6 anos. Cadernos ANPED, [S.I], n.1, 1989, p. 43-56.

LOPES, Isabela Pereira. Sonhos em Retalhos: a creche da Fábrica Andorinhas em Santo Aleixo – RJ (1946-1970). 2006. Monografia (Graduação em Educação). Faculdade de Educação, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2006.

MERISSE, Antônio. Origens das instituições de atendimento à criança pequena: o caso das creches. In: MERISSE Antonio (et al.) Lugares da infância: reflexões sobre a história da criança na fábrica, na creche, no orfanato. São Paulo: Arte e Ciências, 1997.

NASCIMENTO, Maria Evelyna P. Educação Infantil: a construção de um novo nível de ensino. In: BRASIL / MEC. Situação Básica da Educação Básica no Brasil. Brasília: MEC / INESP, 1999, p. 45-53.

OLIVEIRA, Stela Maris Lagos. A legislação e as políticas nacionais para a Educação Infantil: avanços, vazios e desvios. In: MACHADO, Maria Lúcia de A. (Org.). Encontros e desencontros em Educação Infantil. São Paulo: Cortez, 2002, p. 35-42.

OLIVEIRA, Zilma Moraes Ramos de; ROSSETTI-FERREIRA, Maria Clotilde. Proposta para o atendimento em creche no Município de São Paulo. Histórico de Uma Realidade. In: ROSEMBERG, Fluvia (Org.). Temas em Destaque: creche. São Paulo: Cortez, Fundação Carlos Chagas, 1989, p. 29-89.

PALMEN, Sueli Helena de Camargo. A implementação de creches nas Universidades Públicas Estaduais Paulistas. 2004. 270f. Tese (doutorado em Educação), Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP, 2004.

RAUPP, Marilene Dandolini. A Educação Infantil nas Universidades Federais. 2002. 142f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, Santa Catarina, 2002.

______.Creches nas Universidades federais: questões, dilemas e perspectivas. Revista Educação e Sociedade, Campinas, v. 25, p. 197-217, jan./abr. 2004.

ROCHA, Eloisa Acires Candal. A pesquisa em Educação Infantil no Brasil: trajetória recente e perspectivas de consolidação de uma pedagogia da educação infantil. Florianópolis: UFSC, 2001.

RONCHI FILHO, Jair. A Pré-escola Criarte UFES: sua trajetória e seus conflitos na tentativa de construção de um projeto pedagógico: um estudo de caso. 1995. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória, 1995.

ROSEMBERG, Fúlvia. O movimento de Mulheres e a abertura política no Brasil: o caso das creches -1984. In: ROSEMBERG, Fúlvia (org.). Temas em destaque: creche. São Paulo: Cortez, Fundação Carlos Chagas, 1989, p. 90-102.

______. A educação pré-escolar brasileira durante os governos militares. Cadernos de Pesquisa. n. 82. São Paulo: Fundação Carlos Chagas, ago. 1992.

STRENZEL, Giandréa Réus. A Educação Infantil na Produção Científica dos Programas de Pós-Graduação em Educação no Brasil. CED/UFSC, ANPED. 1998. Disponível em: <http://www.anped.org.br>. Acesso em: mar. 2018.

SILVA, Vânia Maria Almeida da. A Trajetória da Educação Infantil na UFSM: 23 Anos de História do IPÊ AMARELO. 2012. 134f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal de Santa Maria- Rio Grande do Sul, 2012.

Published

2020-08-24

How to Cite

Araújo, S. B., Pires, E. D. P. B., Ribas, G. F., Silva, S. S., Ferraz, M. O. M., Ribeiro, R. M., & Mateus, K. A. de O. (2020). Creches universitárias seu contexto histórico / University day care centers its historical context. Brazilian Journal of Development, 6(8), 61357–61370. https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-525

Issue

Section

Original Papers