Para além dos fouettés: O balé clássico e seus caminhos / Beyond the fouettés: The classic ballet and its paths

Authors

  • Hilda Torres Falcão
  • Juliana Leite Martins
  • Pâmela Sobral Monteiro da Silva

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-513

Keywords:

Dança erudita, balé clássico, ballet, especialização precoce, trajetória profissional, alto nível.

Abstract

O Balé Clássico tem suas raízes nas danças de corte, originadas na Itália e na França, e desde então, transmite certo ideal de beleza e perfeição, que se perpetua até os dias de hoje. Para desmitificar o estereótipo dos bailarinos sempre belo e etéreo, se faz necessário um olhar crítico além das questões puramente físicas e técnicas, visto que há acontecimentos que trazem danos à integridade física e mental dos bailarinos. O objetivo desta pesquisa é adentrar o ambiente da dança erudita com foco no estilo de vida oriundo desta prática em alto nível, descrevendo a rotina dos bailarinos e observando os principais sentimentos e sensações apresentados. Essa pesquisa tem caráter quali-quantitativo, a metodologia utilizada foi pesquisa bibliográfica e aplicação de questionário semiestruturado direcionado a bailarinos com uma base clássica sólida. Após a aplicação, eles foram analisados por meio da ferramenta de análise do Discurso do Sujeito Coletivo (NVivo 11) e tabulados estatisticamente para posteriormente serem emitidos os pareceres. O trabalho vem como um alerta, lançando um olhar “para além dos fouettés”, trazendo questões que apesar de importantes são pouco divulgadas. A crítica aqui relatada, não se refere às cobranças próprias do alto rendimento, e sim a somatizações sofridas pelos bailarinos devido às pressões e cobranças que fogem à normalidade e beiram ao desrespeito em razão de figuras de autoridade da dança.

References

ALMEIDA, Doris Dornelles de. Identidade Física, Pessoal, institucional e espiritual: etnografia embodied de uma companhia de ballet. 2012. Dissertação (mestrado) – Pontifíce Universidade Católica do Rio Grande do Sul.2012

BONI, V.; QUARESMA, S. J. Aprendendo a entrevistar: como fazer entrevistas em Ciências Sociais. Em Tese, Florianópolis, v. 2, n. 1, p.68-80, jan. Julho, 2005.

BOURCIER, Paul. História da dança no ocidente – 2ª ed. – São Paulo: Martins Fontes, 2001. 340p.

CABRAL, Álvaro, NICK, Eva. Dicionário técnico de psicologia. 10.ed. São Paulo: Cultrix, 1990

COUTO, Clara Rodrigues. In: XXVII SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA, 2013,

Natal, RN. Dança, etiqueta e distinção social em Espanha (século XVI e XVII) – leitura do tratado Discursos sobre el arte del dançando (1642), de Juan de Esquivel Navarro. ANPUH BRASIL, 2013.

DISCIONÁRIO DO AURÉLIO. Dicionário de português. Disponível em: <https://dicionariodoaurelio.com/>. Acesso em: 28 set. 2016.

DISCIONÁRIO MICHAELIS: Dicionário brasileiro da Língua Portuguesa.

Disponível em: <http://michaelis.uol.com.br/>. Acesso em: 28 set. 2016.

FARO, Antônio José. Pequena história da dança – 7ª ed. – Rio de Janeiro: Zahar, 2011.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir: nascimento da prisão. Trad. Lígia M. Ponde Vassalo. Petrópolis: Vozes, 1975

FREIRE, João Batista. Métodos de confinamento e engorda. In: GEBARA, Ademir et al. Org. Wagner Wey Moreira. Educação Física e esportes: perspectivas para o século XXI. Campinas, SP: Papirus, 1992. p.109 - 122.

Gil, A. C.Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008. GONCALVES, Michelle Carreirão; VAZ, Alexandre Fernandes. Dor, domínio do corpo, conformação subjetiva: um estudo sobre o balé. Movimento, Porto Alegre, v. 18, n. 03, p. 141-158, jul/set de 2012.

LAKATOS, Eva Maria. MARCONI, Marina de Andrade.Fundamentos de metodologia científica. 6.ed. São Paulo: Atlas, 2006. 230 p.

LEFEVRE, F.; LEFEVRE, A.M.C. (2012). Pesquisa de representação social: um enfoque qualiquantitativo: a metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo. (2a Edição). Brasília: Liberlivro Editora

MONTEIRO, Marianna.Noverre: cartas sobre a dança.São Paulo, Edusp/Fapesp, 1998. 400 p

MATTAR, F. N. Pesquisa de Marketing. Ed. compacta. São Paulo: Atlas, 2008.

FOUCAULT, Michel: Panoptico. Disponível em: <http://michelfoucault.hotglue.me/ Pan%C3%B3ptico>. Acesso em: 29 set. 2016.

MOMMENSOHN, Maria. PETRELLA, Paulo. Reflexões sobre Laban, o mestre do movimento – São Paulo: Summus, 2006.

MONTEIRO, Marianna. Noverre: Cartas sobre a Dança – São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo: FAPESP, 1998.

MYERS, David. Psicologia. São Paulo: Editora LTC, 2006. 668p

MINAYO, M. C. de; SANCHES, O. Quantitativo qualitativo: oposição ou complementaridade? Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 9, n. 3, p. 239-262, 1993.

OLIVEIRA, Silvio Luiz de. Tratado de metodologia científica: projetos de pesquisas, TGI, TCC, monografias, dissertações e teses. São Paulo: Pioneira, 2012.

OLIVER, Lou. Distúrbios de aprendizagem e de comportamento. Rio de Janeiro: Wak Ed, 2007, 156p.

PAVLOVA, Anna. Novo dicionário de ballet – 1ª ed. – Brasil: Editora NORDICA, 2000.

PORTINARI, Maribel. História da Dança. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1989.

RANGEL, Nilda Barbosa Cavalcante. Dança, educação, educação física: propostas de ensino da dança e o universo da educação física. Jundiaí, SP: Fontoura, 2002.

REIS, Linda G. Produção de monografia da teoria à prática2. ed.Brasília: Senac- DF, 2008

SADOCK, Benjamim James. Compêndio de psiquiatria: ciências do comportamento e psiquiatria clínica. Tradução Claudia Dornelas. 9. Ed. Porto Alegre: Artmed, 2007. 1584p.

SILVA, Ana Beatriz Barbosa. Mentes ansiosas: medo e ansiedade além dos limites. Rio de janeiro; Objetiva, 2011.

SILVA, Camila Andrêo. A ansiedade em bailarinos. Rio Claro :Universidade Estadual Paulista. 2012. 33p. Trabalho de conclusão de curso (Bacharel). Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências de Rio Claro, Rio Claro, São Paulo, 2012.

TANI, Go, BENTO, Jorge Olímpio e PETERSEN, Ricardo Demétrio de Souza.

Pedagogia do Desporto. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2006.

VIEIRA, Jorge de Albuquerque. Teoria do conhecimento e Arte: formas de conhecimento - arte e ciência uma visão a partir da complexidade – Fortaleza: Expressão Gráfica e Editora, 2006.

WOODMAN, Marion. O vício da perfeição: compreendendo a relação entre distúrbios alimentares e desenvolvimento psíquico – São Paulo: Summus, 2002.

Published

2020-08-24

How to Cite

Falcão, H. T., Martins, J. L., & Silva, P. S. M. da. (2020). Para além dos fouettés: O balé clássico e seus caminhos / Beyond the fouettés: The classic ballet and its paths. Brazilian Journal of Development, 6(8), 61215–61233. https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-513

Issue

Section

Original Papers