Análise de estruturas de concreto armado em situação de incêndio / Analysis of reinforced concrete structures in a fire situation

Authors

  • Calvin Mariano Rêgo Crispim
  • Honório Assis Filho Crispim

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-473

Keywords:

incêndio, estrutura, simplificado, tabular, Eberick

Abstract

O estudo dos reflexos de um Incêndio em edificações é algo imperativo. No Brasil já tivemos casos em que dezenas de pessoas foram vitimadas tanto pelo fogo em si, quanto pelos efeitos da fumaça e pânico no processo de escape. Este estudo apresenta uma visão inicial de dois métodos de verificação de elementos estruturais (tabular e simplificado, ambos amparados em norma). Para tal, foi utilizado o módulo de incêndio do Eberick V9 para conferência dos resultados do método tabular. Quanto ao método simplificado, foram apresentadas as formulações para a obtenção das temperaturas notáveis e os respectivos cálculos dos esforços resistentes. Os resultados apontaram para uma compatibilidade entre os dois métodos, contudo estudos mais completos para toda a estrutura (lajes, vigas e pilares) são sugeridos para conclusões mais abrangentes. Contudo, as explicações constantes neste relatório de estudo são colocadas de forma a permitir uma visão clara, concisa e precisa da aplicação de métodos específicos de verificação nesta área que é incipiente no Brasil.

References

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 14432: Exigências de Resistencia ao Fogo de Elementos Construtivos de Edificações – Procedimento. Rio de Janeiro, 2001.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15200: Projeto de Estruturas de Concreto em Situação de Incêndio. Rio de Janeiro, 2012.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 5628: Componentes Construtivos estruturais – Determinação da Resistência ao Fogo. Rio de Janeiro, 2001.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6118: Projeto de Estruturas de Concreto – Procedimento. Rio de Janeiro, 2014.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 8681: Ações e Segurança nas Estruturas - Procedimento. Rio de Janeiro, 2003.

CAETANO, L. F. Estudo das fases cristalinas de matrizes cimentícias sujeitas a variações térmicas através de difratometria. Associação de Universidades do Grupo Montevideo, Curitiba, 2004.

CARVALHO et al., R. T.. Manual Básico de Combate a Incêndio do CBMDF. Brasília: Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, 2006.

COSTA, C. N.; SILVA, V. P. Dimensionamento de estruturas de concreto armado em situação de incêndio. Métodos tabulares apresentados em normas internacionais. V Simpósio Epusp sobre estruturas de concreto. 2003.

DRYSDALE, D.. An introduction to fire dynamics. England: Wiley, 2007.

EN 1992-1-1:2010. Eurocode 2. Design of concrete structures. Part 1-1: General rules an rules for buildings.

EN 1992-1-2:2010. Eurocode 2. Design of concrete structures. Part 1-2: General rules Structural fire design.

ISAIA, G. C.. Concreto: Ensino, Pesquisa e Realizações (Vol. I). São Paulo: IBRACON. 2005.

JUNIOR, VALDENIR DE SOUZA. Simulação computacional do comportamento de estruturas de aço sob incêndio. Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS. Porto Alegre: 2004.

MARCELLI, M.. Sinistros na construção civil: causas e soluções para danos e prejuízos em obras (1° ed.). São Paulo: PINI, 2007.

METHA, P. K., & MONTEIRO, P. M.. Concreto: estrutura, propriedades e materiais. São Paulo: PINI, 1994.

NEVILLE, A. M.. Propriedades do concreto. São Paulo: PINI, 1997.

PURKISS, JOHN A. Fire Safety Engineering Design of Structures. Third Edition, 3rd Edition. CRC Press, 2013.

RODRIGUES, E. E.. A utilização do difratômetro de raios-x e do microscópio eletrônico de varredura na perícia de incêndios através da análise da degradação do concreto. Brasília: Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, 2008.

SILVA, VALDIR PIGNATTA. Projeto de estruturas de concreto em situação de incêndio: conforme ABNT NBR 15200:2012. São Paulo: Blucher, 2012.

WICKSTRÖM, U. AND PÅLSSON, J. Scheme for Verification of Computer Codes for Calculating Temperature in Fire Exposed Structures, SP Swedish Testing and Research Institute, SP REPORT 1999:36, Borås 1999.

Published

2020-08-22

How to Cite

Crispim, C. M. R., & Crispim, H. A. F. (2020). Análise de estruturas de concreto armado em situação de incêndio / Analysis of reinforced concrete structures in a fire situation. Brazilian Journal of Development, 6(8), 60669–60697. https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-473

Issue

Section

Original Papers