Análise da qualidade da atenção primária sob o olhar dos profissionais de saúde / Analysis of primary care quality from the perspective of health professionals

Authors

  • José Ítalo Monte da Silva Brazilian Journals Publicações de Periódicos, São José dos Pinhais, Paraná
  • Allan Barros Gonçalves
  • Mike Douglas Lopes Fernandes
  • Morgâna Vilarouca da Sila
  • Danilo Carvalho Rodrigues

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-360

Keywords:

Atenção Primária a Saúde, Avaliação em Saúde, Estratégia de Saúde da Família.

Abstract

A Atenção Primária em Saúde é um modelo assistencial composto por ações voltadas à prevenção de doenças e promoção da saúde, sendo que a qualidade dos serviços prestados está diretamente relacionada aos processos avaliativos implementados. Objetivou-se analisar a percepção dos profissionais da Atenção Primária do município de Icó-CE quanto a qualidade dos serviços prestados e a identificação de possíveis entraves na realização das ações. Trata-se de um estudo exploratório descritivo de cunho quantitativo e avaliativo realizado nas unidades que integram a Estratégia de Saúde da Família e no Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica. As informações foram obtidas através do Instrumento de Avaliação da Atenção Primária à Saúde. Foi observado que a Atenção Primaria é composta majoritariamente por profissionais de meia idade com predominância de indivíduos do gênero feminino. Os resultados demonstraram uma boa qualidade dos serviços nas instituições, com pontuação media de 6,6 sendo o limite mínimo de escore considerado como satisfatório. Pode-se identificar um indicativo positivo, levando em consideração todos os atributos unidos, com algumas particularidades, com destaque para o acesso de primeiro contato muito abaixo da média.

 

References

FERREIRA V. D., OLIVEIRA J. M., MAIA M. A. C., SANTOS J. S., ANDRADE R. D., MACHADO G. A. B. Avaliação dos atributos da Atenção Primária à Saúde em um Município Mineiro. Esc Anna Nery, Rio de Janeiro, v. 20, n. 4, Out./Dez. 2016. Disponível em: http:// www.scielo.br/pdf/ean/v20n4/1414-8145-ean-20-04-20160104.pdf. Acesso em: 20 Out. 2018

GONTIJO T. L., DUARTE A. G. S., GUIMARÃES E. A. A, SILVA J. Avaliação da atenção primária: o ponto de vista de usuários. Saúde debate, Rio de Janeiro, v. 41, n. 114, p. 741-752, 2017.

DE PAULA, W. K. A. S. SAMICO, I C., CAMINHA, MFC. BATISTA FILHO M. Orientação comunitária e enfoque familiar: avaliação de usuários e profissionais da estratégia saúde da família. Cad. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 25, n. 2, p. 242-248, 2017.

GOMIDE M. F. S., PINTO I. C., BULGARELLI A. F., SANTOS A. L. P., GALLARDO M. P. S. A satisfação do usuário com a atenção primária à saúde: uma análise do acesso e acolhimento. Interface, Botucatu, v. 22, n. 65, p. 387-398, 2018

POÇAS K. C., FREITAS L. R. S., DUARTE E. C. Censo de estrutura da Atenção Primária à Saúde no Brasil (2012): estimativas de coberturas potenciais. Epidemiol. Serv. Saude, Belo Horizonte, v. 26, n. 2, p. 275-284, 2017.

PRATES M. L., MACHADO J. C., SILVA L. S., AVELAR P. S., PRATES L. L., MENDONÇA E. T., COSTA G. D., COTTA R. M. M. Desempenho da Atenção Primária à Saúde segundo o instrumento PCATool: uma revisão sistemática. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 22, n. 6, p. 1881-1893, 2017.

CAVALLI L. O., RIZZOTTO M. L. F. Formação dos médicos que atuam como líderes das equipes de Atenção Primária em Saúde no Paraná. Revista Brasileira de Educação Médica, Brasília, v. 42, n. 1, p. 26-37, 2018.

COSTA K. N. F. M., COSTA T. F. D. A., MARQUES D. R. F. Qualidade de vida relacionada à saúde dos profissionais de enfermagem. Rev enferm UFPE, Recife, v. 11, Supl. 2, p. 881-889, Fev. 2017. Disponível em: https://doi.org/10.5205/reuol.10263-91568-1-RV.1102sup201702. Acesso em: 21 Out. 2018

Conselho Federal de Enfermagem (COFEN). Mulheres e negros são maioria entre os profissionais de Enfermagem em MT. Nem Ladies. nem Nurses. Brasília: 2018.

BONINI P., POZZOBON F. Discriminação Salarial Feminina e o Prêmio Salarial de TI na Indústria de Tecnologia da Região Sul. Análise Econômica, Porto Alegre, v. 34, n. 66, p. 193-223, 2016.

MADALOZZO R., ARTES R. Escolhas profissionais e impactos no diferencial salarial entre homens e mulheres. Cadernos de Pesquisa, São Paulo v. 47, n. 163, p. 202-221, 2017.

DAMACENO A. N., BANDEIRA D., WEILLER T. H. Avaliação do acesso de primeiro contato na atenção primária da 4ª Coordenadoria Regional de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul. Biblioteca Lascasas, v. 12, n. 2, 2016. Disponível em: http://www.indexf.com/lascasas/documentos/lc0903.php. Acesso em: 15 Out. 2018

DAMACENO A. N., BANDEIRA D., HODALI N., WEILLER T. H. Acesso de primeiro contato na atenção primária à saúde: revisão integrativa. Rev APS, Juiz de Fora, v. 19, n. 1, p. 122-138, 2016.

LIMA E. F. A., SOUSA A. I., LEITE F. M. C., LIMA R. C. D., NASCIMENTO M. H., PRIMO C. C. Avaliação da Estratégia Saúde da Família na Perspectiva dos Profissionais de Saúde. Esc Anna Nery, Rio de Janeiro, v. 20, n.2, p. 275-280, 2016. Disponível em: . Acesso em:

QUEIROZ T. S., REHEM T. C. M. S. B., STIVAL M. M., FUNGHETTO S.S., LIMA L. R., CARDOSO B. G. Como homens idosos cuidam de sua própria saúde na atenção básica?. Rev Bras Enferm, Brasília, v. 71, Supl. 1, p. 554-561, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0131. Acesso em: 30 Set. 2018.

SILVA A. N., SILVA S. A., SILVA A. R. V., ARAÚJO T. M. E., REBOUÇAS C. B. A., NOGUEIRA L. T. A avaliação da atenção primária a saúde na perspectiva da população masculina. Rev Bras Enferm, Brasília, v. 71, n. 2, p. 236-243, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0651. Acesso em: 18 Mar. 2019

GRAFF, V.A., TOASSI, R. F. C. Clínica em saúde bucal como espaço de produção de diálogo, vínculo e subjetividades entre usuários e cirurgiões-dentistas da Atenção Primária à Saúde. Physis: Revista de Saúde Coletiva, Rio de janeiro, v. 28, n. 3, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1590/s0103-73312018280313. Acesso em: 22 Mar. 2019

FACCHINI L. A., TOMASI E., DILÉLIO A. S. Qualidade da Atenção Primária à Saúde no Brasil: avanços, desafios e perspectivas. Saúde em Debate, Rio de janeiro, v. 42, n. 1, p. 208-223, 2018.

ZARPELON L. F. B., TERENCIO M. L., BATISTA B. N. Integração ensino-serviço no contexto das escolas médicas brasileiras: revisão integrativa. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 23, n. 12, p. 4241-4248, 2018.

SILVA S. A., FRACOLLI L. A. Avaliação da assistência à criança na Estratégia de Saúde da Família. Rev Bras Enferm, Brasília, v. 69, n. 1, p. 47-53, Jan./Fev.2016. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167.2016690107i. Acesso em: 22 Mar. 2019

AIRES L. C. P., SANTOS E. K. A., BRUGGEMANN O. M., BACKES M. T. S., COSTA R. Referência e contrarreferência do bebê egresso da unidade neonatal no sistema de saúde: percepção de profissionais de saúde da Atenção Primária. Escola Anna Nery, Rio de janeiro, v. 21, n. 2, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.5935/1414-8145.20170028. Acesso em: 21 Mar. 2019

MACHADO, SS., MOREIRA, LCH; NASCIMENTO, MÂA., CASOTTI, E. Apoio Institucional na ótica de gestores, apoiadores e trabalhadores: uma aproximação da realidade a partir de diferentes lugares. Interface Botucatu, v. 22, n. 66, p. 813-825, 2018.

GRIMM S., PADILHA A., BASSICHETTO, K, C. MARGARIDA L. Dezesseis anos de monitoramento em saúde na atenção primária em uma grande metrópole das Américas. Rev panam salud publica, v. 42, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.26633/RPSP.2018.183. Acesso em: 21 Mar. 2019.

PEDEBOS L. A.; ROCHA D. A.; TOMASI Y. A vigilância do território na atenção primária: contribuição do agente comunitário na continuidade do cuidado. Saúde debate. Rio de Janeiro, v. 42, n. 119, p. 940-951, 2018.

Ministério da Saúde. Procedimentos (Cadernos de Atenção Básica, Série A. Normas e Manuais Técnicos Cadernos de Atenção Primária, n. 30). Brasília: Ministério da Saúde; 2011.

VIEIRA D. S., SANTOS N. C. C. B., NASCIMENTO J. A., TOSO B. R. G. O., REICHERT A. P. S. A prática do enfermeiro na consulta de puericultura na Estratégia Saúde da Família. Texto Contexto Enferm, Florianopolis, v. 27, n. 4, 2018. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072018004890017. Acesso em: 25 Mar. 2019

Published

2020-08-19

How to Cite

Silva, J. Ítalo M. da, Gonçalves, A. B., Fernandes, M. D. L., Sila, M. V. da, & Rodrigues, D. C. (2020). Análise da qualidade da atenção primária sob o olhar dos profissionais de saúde / Analysis of primary care quality from the perspective of health professionals. Brazilian Journal of Development, 6(8), 59115–59129. https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-360

Issue

Section

Original Papers