O uso do ambiente virtual moodle no ensino profissionalizante sobre vinhos: é possível implementar? / The use of the virtual moodle environment in professionalizing teaching about wines: is it possible to implement?

Authors

  • Cristiano Nogueira Trombini
  • Elisa Maria Andrade Brisola
  • Maria Auxiliadora Ávila
  • Pedro dos Santos Portugal Júnior
  • James Nogueira Bueno
  • Clauber Baldim Rabelo

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-264

Keywords:

Vinhos, Moodle, Ambiente Virtual de Aprendizagem.

Abstract

A epidemia global da COVID19 vivida atualmente, promove profunda ressignificação nas formas e meios dos processos de ensino/aprendizagem, e de especial maneira afeta as modalidades de educação à distância, de ensino remoto e mobile learning. Nesse contexto, impõem-se a necessidade de capacitar profissionais para atuação nos segmentos de gastronomia, hotelaria e turismo/alimentos e bebidas. O objetivo deste estudo é identificar a possibilidade do uso do ambiente virtual de aprendizagem Moodle, como ferramenta de tecnologia para implementação de um curso de formação inicial e profissionalizante sobre vinhos. Para tanto, a metodologia utilizada é a de revisão bibliográfica em uma abordagem qualitativa. O artigo é organizado em três partes. Na primeira, aborda-se sobre a expansão do mercado de vinhos no Brasil e as relações dessa expansão com a necessidade de formação profissional para o setor. Na segunda etapa, trata-se sobre a educação à distância no Brasil. Na terceira parte, aponta-se as especificidades dos ambientes virtuais construtivistas em um contexto educacional e sua representação com possível direção que poderia ser tomada com sua adoção no ensino profissionalizante sobre vinhos. Conclui-se, diante de todo exposto na pesquisa, que o ambiente de aprendizagem Moodle apresenta condições e características para a implementação de um curso profissionalizante de vinhos na modalidade EaD,  cujo mercado mostra-se necessitado e aderente a este tipo de suporte para formação de mão de obra.

References

BANCO REGIONAL DE DESENVOLVIMENTO DO EXTREMO SUL – BRDE

(Florianópolis). Vitivinicultura em Santa Catarina: situação atual e perspectivas.

Florianópolis: BRDE, 2005. 83 p.

BLUME, R.; HOFF, D. N.; PEDROZO, E. A. Potencialidade competitiva e recursos essenciais à produção de vinhos finos: um estudo da vitivinicultura em São Joaquim, SC. In: XLV CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 2007, Londrina. Anais... Londrina: SOBER, 2007.

CAPELLO, M. Raio-X da atual produção vinícola brasileira. Revista Anuário Vinho

do Brasil. Rio de Janeiro, p. 28-31, 2011a. Edição especial.

Duffy e D. H. Jonassen (Eds.). Constructivism and the technology of instruction: a conversation. NJ: Lawrence Erlbaum, 1992.

ENCICLOPÉDIA DO VINHO: http://www.e-vinho.com.br/. Acesso em: 15/09/2013.

ENOEVENTOS. http://www.enoeventos.com.br/colunistas/marcelo/marcelo058.html Acesso em: 15/09/2013

IBRAVIN, Vinícolas brasileiras aplicam nova tecnologia para o cultivo de uva sem uso de agrotóxicos e pesticidas. Notícias, 13/01/2011. Disponível em www.ibravin.org.br. Acesso em: jan. 2011.

IBRAVIN. Dados estatísticos. Disponível em: www.ibravin.org.br. Acesso em: nov. 2010.

IBRAVIN. Estudo do mercado brasileiro de vinhos. Bento Gonçalves: IBRAVIN, 2009.

IBRAVIN. Estudo do mercado brasileiro de vinhos tranqüilos e vinhos espumantes. Bento Gonçalves: IBRAVIN, 2001.

JONASSEN, D. Instructional design models for well-structured and ill-instructed problem solving learning outcomes. Educational Technology Research & Development, v. 45, n. 1, p. 65-94, 1997.

JONASSEN, D. Designing constructivist learning environments. In: C.M. Reigeluth

(Ed.)Instructional Theories and Models. Mahwah, NJ: Lawrence Erlbaum, 1998.

JONASSSEN, D. O uso das novas tecnologias na educação à distância e a

aprendizagem construtivista. Em Aberto, Brasília, ano 16, n. 70, abr/jun. 1996.

JONES, M; DEWALD, B. Sommeliers' Role and Influence as a Wine Marketer in the

United States. 3º INTERNATIONAL WINE BUSSINES RESEARCH CONFERENCE,

Montpellier, 6-7-8 July, 2006.

KENSKI, Vani Moreira. O desafio da Educação a distância no Brasil. Disponível

em: <http://www.ufjf.br/revistaedufoco/files/2010/02/011.pdf> Acesso em: 16 de

agosto de 2012.

LOSSO, F. B. A produção de vinhos finos de altitude na região vitivinícola de São Joaquim (SC): uma alternativa para o turismo? Dissertação (Mestrado). Programa de

Pós-graduação em Turismo e Hotelaria. UNIVALI. Balneário Camboriú: 2010. 206 p.

MIRANDA, Fernando. Análise sensorial de vinhos. Rio de Janeiro: Editora Axcel, 2006.

REZENDE, F. As novas tecnologias na prática pedagógica sob a perspectiva construtivista. Ensaio - Pesquisa em Educação em Ciências, v. 2, n. 1, p. 75-98, 2000.

SATO, G. S. O consumo de vinho no Brasil. Revista brasileira de viticultura e

enologia. Bento Gonçalves, n. 1, p. 10-17. Outubro, 2009.

SAVERY, J. R.; DUFFY, T. M. Problem based learning: an instructional model and its

constructivist framework. Educational Technology, set-oct, p. 31-37, 1995.

SHULZ, M. R. Disponível em: <http://www.enologia.org.br>. Acesso em: 10/12/2011.

STRUCHINER, M.; REZENDE, F.; RICCIARDI, R. M. V.; CARVALHO, M. A. P.

Elementos fundamentais para o desenvolvimento de ambientes construtivistas de

aprendizagem à distância. Tecnologia Educacional, v. 26, n. 142, p. 3-11, 1998.

TONIETTO, J. Disponível em: <http://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Uva/UvasViniferasRegioesClimaTemperado/indicacoes.htm>. Acesso em: 20/11/2011.

VACCARINI, G. Manuale del Sommelier: come conoscere, apprezzare, valutare Il

vino e come gestire uma cantina. Firenze - Milano: Giunti Editore S. p. A., 2005.

WILSON, B. G. What is constructivist learning environments: case studies in instructional design. Englewood Cliffs. NJ: Educational Technology Publication, 1996.

WINE INSTITUTE. http://www.wineinstitute.org/files/2010_Per_Capita_Wine_Consumption_by_Country.pdf>. Acesso em: 15/05/2020.

Published

2020-08-17

How to Cite

Trombini, C. N., Brisola, E. M. A., Ávila, M. A., Júnior, P. dos S. P., Bueno, J. N., & Rabelo, C. B. (2020). O uso do ambiente virtual moodle no ensino profissionalizante sobre vinhos: é possível implementar? / The use of the virtual moodle environment in professionalizing teaching about wines: is it possible to implement?. Brazilian Journal of Development, 6(8), 57885–57896. https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-264

Issue

Section

Original Papers