Perfil epidemiológico notificados dos casos de dengue no Estado da Paraíba no período de 2017 a 2019 / Epidemiological profile of reported cases of dengue in the State of Paraíba in the period 2017 to 2019

Authors

  • Herbert Igor Rodrigues de Medeiros
  • Iany Louise de Medeiros
  • Bruna Barbosa Maia da Silva
  • Carlos Eduardo Rodrigues Aguiar
  • Fernando Emanuel de Sousa Ferreira
  • Natan Dias Fernandes
  • Thiago Araújo de Medeiros Brito
  • Francisco Cesino de Medeiros Júnior

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-240

Keywords:

Perfil epidemiológico, Dengue, Paraíba.

Abstract

A dengue, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, é uma das principais arboviroses que vem mobilizando os órgãos de saúde pública do Brasil. No Brasil, os números de casos de dengue vêm crescendo de forma preocupante e, portanto, os investimentos governamentais têm sido cada vez maiores objetivando diminuir as epidemias e erradicar o vetor. Diante disto, o objetivo deste trabalho foi realizar um perfil epidemiológico dos prováveis casos de dengue no estado da Paraíba, nos períodos de 2017 a 2019, envolvendo as variáveis sociodemográficas: número de casos, sexo e raça/cor. A pesquisa foi feita a partir de buscas realizadas no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), bem como em boletins epidemiológicos e plataformas acadêmicas. A partir deste estudo é possível os órgãos competentes desenvolverem métodos analíticos que permitam efetuar o prognóstico e posterior prevenção da manifestação de casos da referida doença. Foi constatado que no ano de 2018 teve um aumento de quase 300% no número de casos quando comparado ao ano anterior (2017) e o ano de 2019 já teve um aumento de 20% dos casos até a 16ª semana, se comparado com o mesmo período em 2018, alertando os órgãos públicos. Diante deste quadro, faz-se necessário realizar ações diretas e efetivas, afim de mobilizar a sociedade para que venha tomar posição e criar barreiras que impeçam a disseminação do vírus e a eliminação do vetor.

References

ALMEIDA, C.A.P.; SILVA, R.M. Análise da ocorrência dos casos de dengue e sua relação com as condições socioambientais em espaços urbanos: os casos de joão pessoa, cabedelo e bayeux, no estado da Paraíba – Brasil. Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, v. 14, n. 27, p. 56-79, 2018.

ARAÚJO, A. P. Análise da Resistência a Inseticidas Químicos em Populações de Aedes aegypti (diptera: culicidae), de Municípios do Estado de Pernambuco. 2013. 94 p. Tese de Doutorado (Saúde Pública). Fundação Oswaldo Cruz - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Recife, 2013.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Vigilância em Saúde: Dengue, Esquistossomose, Hanseníase, Malária, Tracoma e Tuberculose. Brasília: Ministério da Saúde, 2008.

BRASIL. Governo da Paraíba - Secretaria de Estado da Saúde. Dengue, Febre de Chikungunya e Doença aguda pelo vírus zika. Boletim Epidemiológico, n.5, 2019.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância das Doenças Transmissíveis. Dengue: diagnóstico e manejo clínico: adulto e criança. 3ª ed. – Brasília: Ministério da Saúde, p. 1-28, 2007.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Guia de Vigilância em Saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 2014.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria do Estado da Saúde. Dengue, Febre de Chikungunya e Doença aguda pelo vírus zika. Boletim Epidemiológico, Paraíba, n.5, 2019.

BRASIL. Secretaria de Vigilância em Saúde. Monitoramento dos casos de dengue, febre de chikungunya e febre pelo vírus Zika até a Semana Epidemiológica 23, 2016. Boletim Epidemiológico, v. 47, n. 28, 2016.

COSTA, M. M. R.; COSTA, E.S.C.; VILAÇA, D.H.V.V.; ARAUJO, I.M.F.; RUFINO, I.E. M.; CAVALCANTE, I.C.G.M.; GONÇALVES, V.L.; MARTINS, A.G.S.; CAVALCANTE, A.S.; SEABRA, C.A.M.; ROLIM, N.R.F.; SARMENTO, T.B.; LIMA, M.C.; MASCENA, L. Q.; LIMA, C.A.L.O.; DINIZ, A.L.A.; RAMOS, W.A.; GONÇALVES, P.P.; ANDRADE, P. A. S.; ANDRADE, T.A.; LEMOS, A.C.A.; MENDONÇA, K.L.S.; ALBUQUERQUE, M.C. C.A.; SILVA, E.V.C.C. Dengue: aspectos epidemiológicos no município de Salgueiro do Sertão Pernambucano, Brasil. Brazilian Journal of Health Review, v. 1, n. 1, p. 1-7, 2018.

FREITAS, A.F.; SANTOS, J.B.; SANTOS, J.S. Condições ambientais e sua relação com Aedes aegypti e os casos de dengue na cidade de joão pessoa – paraíba. Anais do I Simpósio de Avaliação de Impactos Ambientais e de Saúde, v. 1, n. 1, p. 21-36, 2018.

GALATI, E.A.B.; CAMARA, T.N.L.; NATAL, D.; CHIARAVALLOTI-NETO, F. Mudanças climáticas e saúde urbana. Revista USP, n. 107, p. 79-90, 2015.

GÚZMAN, M. G.; GARCÍA, G.; KOURÍ, G. El dengue y el dengue hemorrágico: prioridades de investigación. Revista Panamericana de Salud Pública, v. 19, n. 3, p. 1-12, 2006.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Cidades - Paraíba. 2018. Disponível em: <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pb/panorama>. Acessado em: 28/06/2019.

LEHOCZKY, A.; SOBRINO, J. A.; SKOKOVIC, D.; Aguilar, E. The urban heat island effect in the city of Valencia: a case study for hot summer days. Urban Science, v. 1, p. 1-18, 2017.

LIU-HELMERSSON, J.; QUAM, M.; WILDER-SMITH, A.; STENLUND, H.; EBI, K.; MASSAD, E.; ROCKLOV, J. Climate change and Aedes vectors: 21st century projection for Dengue transmission in Europe. EBiomedicine, v. 7, p. 267-277, 2016.

MENEZES, P. H.; BARROS, M. E. S. B.; FREITAS, J. C. R.; SANTOS, G. K. N.; SILVA, R. C. S.; PONTUAL, E. V.; PAIVA, P. M. G.; NAPOLEÃO, T. H.; NAVARRO, D. M. A. F. Effects of ?,?-unsaturated Lactones on Larval Survival and Gut Trypsinas Well as Oviposition Response of Aedes aegypti. Experimental Parasitology, v. 156, p. 37–41, 2015.

MINISTÉRIO DA SAÚDE – Combate à Dengue. Disponível em: <http://www.combateadengue.com.br/mosquito.da.dengue/ >. Acessado em: 27/06/2019.

NORMILE, D. 2013. First New Dengue Virus Type in 50 Years. Science Magazine. DisponíveL em: http://www.sciencemag.org/news/2013/10/first-new-dengue-virus-type-50-years. Acessado em:28/06/2019.

PEREIRA, A. I. S.; PEREIRA, A. G. S.; SOBRINHO, O. P. L.; CANTANHEDE, E. K. P.; SIQUEIRA, L. F. S. Atividade Antimicrobiana no Combate as Larvas do mosquito Aedes Aegypti: Homogeneização dos óleos essenciais do linolol e eugenol. Educação Química, v. 25, n. 4, p. 446-449, 2014.

RIVERA, A. H.; RODRÍGUEZ, A. P. Actualización en aspectos epidemiológicos y clínicos del dengue. Revista Cubana de Salud Pública, n.1, v. 36, p. 1-36, 2010.

RODRIGUES, E. A. S.; COSTA, I. M.; LIMA, S. C. Epidemiologia da dengue, zika e chikungunyia, entre 2014 a 2016, em Uberlândia (MG). Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, v. 14, n. 30, p. 62-81, 2018.

SINAN – SISTEMA DE INFORMAÇÃO DE AGRAVOS DE NOTIFICAÇÃO. Dengue - notificações registradas no sistema de informação de agravos de notificação – Paraíba. 2019. Disponível em: <http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/deftohtm.exe?sinannet/cnv/denguebPB.def>. Acessado em: 28/06/2019.

SOCIEDADE PORTUGUESA DE BENEFICÊNCIA DE SANTOS. Chikungunya, Dengue, Febre Amarela e Zika. 2018. Disponível em: <http://www.spb.org.br/chikungunya-dengue-febre-amarela-e-zika/>. Acessado em: 27/06/2019.

TAUIL, P. L. Urbanização e ecologia do Dengue no Brasil. Cadernos de Saúde Pública, v. 17, p. 99-102, 2001.

TORRES, J. R.; ORDUNA, T. A.; PINA-POZAS, M.; VAZQUEZ, D. V.; SARTI, E. Epidemiological characteristics of Dengue disease in Latin America and in the Caribbean: a systematic review of the literature. Journal of Tropical Medicine, v. 2017, p. 1-18, 2017.

WHO - World Health Organization. Global Alert and Response. Disponível em: <http://www.who.int/csr/resources/publications/dengue/CSR_ISR_2000_1/en/index5.html>. Acessado em: 27/06/2019.

WU, X.; LU, Y.; ZHOU, S.; CHEN, L.; XU, B. Impact of climate change on human infections diseases: empirical evidence and human adaptation. Environment International, v. 86, p. 14-23, 2016.

Published

2020-08-14

How to Cite

Medeiros, H. I. R. de, Medeiros, I. L. de, Silva, B. B. M. da, Aguiar, C. E. R., Ferreira, F. E. de S., Fernandes, N. D., Brito, T. A. de M., & Júnior, F. C. de M. (2020). Perfil epidemiológico notificados dos casos de dengue no Estado da Paraíba no período de 2017 a 2019 / Epidemiological profile of reported cases of dengue in the State of Paraíba in the period 2017 to 2019. Brazilian Journal of Development, 6(8), 57536–57547. https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-240

Issue

Section

Original Papers