Formação de educadores para o campo na perspectiva do programa de apoio à formação superior em licenciatura em educação do campo / Training of educators for the field from the perspective of the support program for higher education training in field education

Authors

  • Jucélia Oliveira Santos Brazilian Journals Publicações de Periódicos, São José dos Pinhais, Paraná
  • Rosineide Pereira Mubarack Garcia

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-237

Keywords:

Educação do Campo, Formação de Professores, Procampo.

Abstract

O presente artigo integra uma pesquisa de mestrado em desenvolvimento e tem como objetivo discutir sobre as políticas de formação de professores-educadores para o campo, com ênfase no Programa de Apoio à Formação Superior em Licenciatura em Educação do Campo (Procampo). O estudo encontra-se na fase de revisão bibliográfica, em que estão sendo utilizados como principais fontes de investigação: artigos científicos, livros e teses. A partir dos dados obtidos, conclui-se preliminarmente que o Procampo constitui-se uma política educacional que propõe um projeto de educação inovador e diferenciado para as populações do campo visando uma formação ampla, globalizada e, ao mesmo tempo, contextualizada com o território rural brasileiro.

 

 

References

ANHAIA, E. M. Formação de professores: realidade, contradições e possibilidade do curso de Licenciatura em Educação do Campo/UFFS – Campus de Laranjeiras do Sul: 2012 –2017. 2018. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2018.

BICALHO, R. Reflexões sobre o Procampo – Programa de Apoio à Formação Superior em Licenciatura em Educação do Campo. EccoS – Revista Científica, São Paulo, n. 45, p. 221-236, 2018. Disponível em:<https://doi.org/10.5585/EccoS.n45.7783>. Acesso em: 10 abr. 2018.

BOURDIEU, P. Reprodução Cultural e Reprodução Social. In: ______. A Economia das Trocas Simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 2007, p. 295-336.

CALAZANS, J. Para Compreender a Educação do Estado no Meio Rural - traços de uma trajetória. In: THERRIEN, J. DAMASCENO, M. N. (Coord.) Educação e Escola no Campo. Campinas: Papirus, 1993, p. 172-184.

FREITAS, G. M. C.; RIOS, K. A. N.; LIMA, S. L. da S. Licenciatura em Educação do Campo - Ciências Agrárias na UFRB: resultado da articulação entre Movimentos Sociais e Sindicais do Campo e o Poder Público. In: Caderno do IV Seminário da Licenciatura em Educação do Campo, Belém, 2014.

HAGE, S. A. M.; SILVA, H. do S.; BRITO, M. M. B. Educação Superior do Campo: Desafios para a consolidação da licenciatura em educação do campo. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 32, nº 04, p. 147-174, 2016.

HOFLING, E. de M. Estado e políticas (públicas) sociais. Cad. CEDES, Campinas, v. 21, n. 55, p. 30-41, nov. 2001.

LEITE, S. C. Escola Rural: urbanização e políticas educacionais. São Paulo: Cortez, 1999.

MENEZES NETO, A. J. de. Para além das Teorias da Reprodução: a práxis de Paulo Freire. Rev. Ed. Popular. Uberlândia. V. 11. n. 1. p. 25-35, 2012.

MENEZES, M. G. de; SANTIAGO, M. E. Contribuição do pensamento de Paulo Freire para o paradigma curricular crítico-emancipatório. Pro-Posições, v. 25, n. 3, p. 45-62, 2014.

MOLINA, M. C. Gênese do Programa Residência Agrária. In: ¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬ MOLINA, M. C.et al. (Org.). Educação do Campo e formação profissional: a experiência do Programa Residência. Brasília: MDA, 2009, p. 17 – 28.

______; SÁ, L. M. Desafios e perspectivas na formação de educadores: reflexões a partir da Licenciatura em Educação do Campo da UnB. In: DALBEN, A. et al.(Org.). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2010, p. 369-388.

______; ANTUNES-ROCHA, M. I. Educação do Campo: História, Práticas e Desafios No Âmbito das Políticas de Formação de Educadores – Reflexões Sobre o Pronera e o Procampo. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v.22, n.2, p.220-253, 2014.

______; HAGE, S. M.. Política de formação de educadores do campo no contexto da expansão da educação superior. Revista Educação em Questão, Natal, v. 51, n. 37, p. 121-146, 2015.

SÁ, L. M.; MOLINA, M. C. M.; BARBOSA, A. I.C. A produção do conhecimento na formação dos educadores do campo. Em Aberto, Brasília, v. 24, n. 85, p. 81-95, 2011.

SANTOS, R. B. dos; SILVA, M. A. da. Políticas públicas em educação do campo: Pronera, Procampo e Pronacampo. Revista Eletrônica de Educação, v. 10, n. 2, p. 135-144, 2016.

TANURI, L. M. História da formação de professores. Revista Brasileira de Educação, nº 14, p. 61-88, 2000.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à Pesquisa em Ciências Sociais: a Pesquisa Qualitativa em Educação. São Paulo: Atlas, 2006.

VELLOSO, T. R. et al. A Licenciatura Em Educação do Campo – Matemática e Ciências da Natureza da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB: Uma Proposta com Ênfase de Convivência com o Semiárido. In: Caderno do IV Seminário da Licenciatura em Educação do Campo, Belém, 2014.

VIEGAS, E. R. dos S.; SANTANA, C. F. P. A.; NODA, C. M. C.; O conceito de política pública e suas ramificações: alguns apontamentos. Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n. 7, p. 43415-43425, jul. 2020. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/12662/10647. Acesso em: 02 jul. de 2020.

Published

2020-08-14

How to Cite

Santos, J. O., & Garcia, R. P. M. (2020). Formação de educadores para o campo na perspectiva do programa de apoio à formação superior em licenciatura em educação do campo / Training of educators for the field from the perspective of the support program for higher education training in field education. Brazilian Journal of Development, 6(8), 57491–57501. https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-237

Issue

Section

Original Papers