80 anos de samba: a fuzarca dos fuzileiros no domingo gordo de carnaval / 80 years of samba: the marines' fuzarca on fat carnival sunday

Authors

  • Maysa Leite Serra dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-235

Keywords:

Memória, Oralidade, Carnaval, Fuzileiros da Fuzarca.

Abstract

Este artigo deriva de uma dissertação de mestrado apresentada no Programa de pós-graduação em História, Ensino e Narrativas da Universidade Estadual do Maranhão. Com o objetivode demonstrar a fuzarca de 80 anos do grupo a partir das memórias e narrativas de seus próprios integrantes serviu de suporte para o entendimento das identidades coletivas e do reconhecimento do homem como ser no mundo.Numa abordagem etnográfica, traçou-se a história do bloco a partir do ponto de vista de seus próprios integrantes.Os relatos serviram para compreender o contexto histórico da condição humana e social, tanto anterior, quanto a atual dos agentes envolvidos no processo de transformação ocorrido no bloco “Os Fuzileiros da Fuzarca”, que diferente das turmas de sambas da década de 1930, conseguiu sobreviver às modificações do tempo. Apontado como um bloco carnavalesco da terceira idade, explorou-se essas “memórias de velhos” como aporte para se entender os mecanismos acionados para preservar e transmitir a historicidade desses bambas maranhenses. As histórias foram narradas pelos próprios brincantes, na tentativa de resguardar e difundir suas heranças e tradições fuzarqueiras e os conteúdos do passado dessa agremiação. Utilizou-se a História Oral como possibilidade de reconstrução da história através das informações desses sujeitos, essas narrativas estão impregnadas de significações pertinentes no decorrer da vida.Com a realização desse estudo espera-se a demonstração e análise de que a narrativa histórica e a memória são elementos de extrema importância para tentar compreender as transformações que caracterizaram a festa carnavalesca maranhense, tendo como objeto de estudo os oitenta anos de existência do  bloco Fuzileiros da Fuzarca.

References

ALBERTI, Verena. Histórias dentro da História. In: PINSKY, Carla Bassenegi (Org). Fontes Históricas. São Paulo: Contexto, 2005.

HANNERZ, Ulf. Fluxos, fronteiras, híbridos: palavras-chave da antropologia transnacional. In.__________ Mana: Estudos de Antropologia Social. Rio de Janeiro: RelumeDumará, PPGAS – Museu Nacional / UFRJ, 1987. p. 7-39

KI-ZERBO, Joseph (Org.). A tradição viva, em História Geral da África I. Metodologia e pré-história da África. São Paulo: Ática/ UNESCO, 1980

MINAYO, M. C. S., 1992. O Desafio do Conhecimento. São Paulo: Hucitec-Abrasco.

PORTELLI, Alessandro. Tentando aprender um pouquinho. Algumas reflexões sobre a ética na História Oral. Revista Projeto História, São Paulo, n. 15, p. 13- 49, abr. 1997

SILVA, Fábio Henrique Monteiro. O Reinado de momo na Terra dos Tupinambás.São Luís: Editora UEMA, 2015.

THOMPSON, Paul. A Voz do Passado: história oral. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

Published

2020-08-14

How to Cite

Santos, M. L. S. dos. (2020). 80 anos de samba: a fuzarca dos fuzileiros no domingo gordo de carnaval / 80 years of samba: the marines’ fuzarca on fat carnival sunday. Brazilian Journal of Development, 6(8), 57462–57475. https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-235

Issue

Section

Original Papers