Sexualidade x ato sexual: percepção dos estudantes de uma escola da rede pública de ensino no município de Alta Floresta – MT / Sexuality x sexual act: perception of students at a public education school in the municipality of Alta Floresta - MT

Authors

  • Jhennifer Stefany da Silva Borges
  • Maísa Barbosa Lauton
  • Patricia Pereira da Rosa
  • Adriana Matheus da Costa de Figueiredo
  • Valeska Marques Arruda

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-230

Keywords:

Educação Sexual, Saúde do adolescente, Prevenção.

Abstract

A sexualidade se faz presente desde o nascimento do ser humano, está ligada às mudanças anatômicas, fisiológicas e emocionais, e recebe influência das ações afetivas, busca pelo conhecimento do corpo e mente. Na adolescência, o indivíduo é considerado vulnerável às Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST’s) e à gravidez precoce. Nesse sentido, este trabalho teve por objetivo analisar a percepção de estudantes do Ensino Fundamental e Médio de uma escola pública no município de Alta Floresta – MT, sobre a sexualidade e o ato sexual. Para realização do trabalho, foram ministradas palestras expositivas com técnicas de dinâmica de grupo e oficina educativa. Para coleta de dados, foram utilizados questionários antes e após as palestras. As perguntas dos questionários eram relacionadas a perfil, relacionamentos, aborto, abuso sexual e gravidez precoce. De acordo com os resultados percebeu-se que os adolescentes conversam mais sobre esta temática com amigos do que com os pais ou profissionais do assunto, assim, recebendo informações, muitas vezes incompletas ou até mesmo incorretas. Evidenciou-se a importância de trabalhos de orientação sexual nas escolas, a necessidade dos professores trabalharem a educação sexual em sala, desde as séries iniciais, não tratando este assunto como tabu, o necessário é orientá-los para evitar problemas futuros.

 

 

References

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Programa Nacional de DST e Aids. Diretrizes para implantação do Projeto Saúde e Prevenção nas Escolas / Ministério da Saúde, Secretaria de Vigilância em Saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 2006. 24 p.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas. Proteger e cuidar da saúde de adolescentes na atenção básica / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas e Estratégicas. – 2. Edição. Brasília : Ministério da Saúde, 2018. 233p.

FIGUEIRÓ, Mary Neide Damico. Educação sexual: retomando uma proposta e um desafio. 2º ed., Londrina: Eduel, 240p. 2001.

HORTA, Lívia Correia. Vivências da sexualidade na adolescência e seus impactos sobre a relação dos (as) adolescentes com a escola. Brazilian Journal of Development, Curitiba, v. 5, n. 10, p. 18418-18439, sep. 2019

JARDIM, D.P.; BRÊTAS, J. R.S. Orientação sexual na escola: a concepção dos professores de Jandira – SP. 2006. Monografia de conclusão do Curso de Especialização em Saúde Pública do Departamento de Enfermagem da UNIFESP. Revista Brasileira de Enfermagem- REBEn. mar-abr; 59(2): 157-162.

Published

2020-08-14

How to Cite

Silva Borges, J. S. da, Lauton, M. B., da Rosa, P. P., de Figueiredo, A. M. da C., & Arruda, V. M. (2020). Sexualidade x ato sexual: percepção dos estudantes de uma escola da rede pública de ensino no município de Alta Floresta – MT / Sexuality x sexual act: perception of students at a public education school in the municipality of Alta Floresta - MT. Brazilian Journal of Development, 6(8), 57406–57412. https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-230

Issue

Section

Original Papers