Reabertura das atividades da liga de geriatria e gerontologia da faculdade de medicina UFG, desafios e conquistas / Reopening of the activities of the geriatric and gerontological league of the UFG medical school, challenges and achievements

Authors

  • Humberto Furtado
  • Deny Bruce de Sousa Sobrinho
  • Kássylla Ferreira dos Santos
  • Otávio Augusto Balduino Crosara
  • Matheus Lúcio Luna de Oliveira
  • Camilla Fonseca Rezende

DOI:

https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-012

Keywords:

Liga acadêmica, geriatria, gerontologia, atividade extracurricular.

Abstract

O rápido processo de envelhecimento populacional no Brasil leva ao surgimento de novas demandas, especialmente relacionadas as doenças crônico-degenerativas e de incapacidades funcionais. Além disso, essa nova realidade deve influenciar na formação dos profissionais de saúde, sendo as ligas acadêmicas uma possibilidade de adaptação dos estudantes a essa nova realidade. Busca-se então Descrever o processo de reabertura, reestruturação e atividades da Liga Acadêmica de Geriatria e Gerontologia da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás. Foi realizado levantamento bibliográfico, traçando um panorama das ligas acadêmicas, bem como entendendo o objetivo de sua criação além de cronograma, objetivos e ações de extensão a serem realizadas no decorrer do ano. Ações de extensão, ensino e pesquisa foram planejadas, seguindo o tripé universitário. A Liga Acadêmica de Geriatria e Gerontologia tem propiciado momentos de educação e extensão para inúmeros alunos de diferentes cursos da UFG, além de ter favorecido o cuidado com idosos por meio de diferentes ações   sociais.

 

 

References

CHAIMOWICZ, F, BARCELOS, E. M.; MADUREIRA, M. D.; RIBEIRO, M.T.F. Saúde do Idoso Flávio Chaimowicz com colaboração. Belo Horizonte. NESCON UFMG, 2ed.167p. 2013.

EZEQUIEL, M. C. D. G.; SONZOGNO, M. C. O idoso e a velhice sob a ótica de estudantes de Medicina: um estudo de representações sociais. Psic. da Ed., São Paulo, v. 23, p. 123-153, 2º sem. de 2006.

HAMAMOTO-FILHO, P. T. Ligas Acadêmicas: Motivações e Críticas a Propósito de um Repensar Necessário. Revista Brasileira De Educação Médica, v.35, n.4, p.535-543, 2011.

IBGE. Projeção da População do Brasil por sexo e idade para o período 1980-2050. Revisão 2008. Rio de Janeiro, 2008.

MORAES, E. N. Atenção à saúde do Idoso: Aspectos Conceituais. Brasília: Pan- Americana da Saúde, 98 p. 2012.

PÊGO-FERNANDES, P. M.; MARIANI, A. W. O ensino médico além da graduação: ligas acadêmicas. Diagn Tratamento. v.16, n.2, p.50-51, 2011.

SANTANA, A. C. D. A. Ligas acadêmicas estudantis. O mérito e a realidade. Medicina (Ribeirão Preto), v.45, n.1, p.96-98, 2012.

SILVA, A.; DAL PRÁ, K. R. Envelhecimento populacional no Brasil: O lugar as famílias na proteção aos idosos. Argumentum, Vitória (ES), v. 6, n. 1, p. 99-115, jan./jun. 2014.

VASCONCELOS, A. M. N.; GOMES, M. M. F. Transição demográ?ca: a experiência brasileira. Epidemiol. Serv. Saúde, v.21, n.4, p.539-548, Brasília, out-dez 2012.

Published

2020-08-05

How to Cite

Furtado, H., Sobrinho, D. B. de S., dos Santos, K. F., Balduino Crosara, O. A., de Oliveira, M. L. L., & Rezende, C. F. (2020). Reabertura das atividades da liga de geriatria e gerontologia da faculdade de medicina UFG, desafios e conquistas / Reopening of the activities of the geriatric and gerontological league of the UFG medical school, challenges and achievements. Brazilian Journal of Development, 6(8), 54346–54351. https://doi.org/10.34117/bjdv6n8-012

Issue

Section

Original Papers