Avaliação da Biodisponibilidade Relativa/Bioequivalência entre formulações orais de desvenlafaxina 50 mg, em participantes brasileiros, saudáveis, em condições de jejum e pós-prandial

Authors

  • Juliana Loschi
  • Giulia Minuti
  • Andréia Araujo dos Santos
  • Juliana Aparecida de Lima Antonio
  • Abrão Abuhab
  • Carolina Sommer
  • Ana Laís Nascimento Vieira
  • Rhubia Bethania Socorro Lemos de Brito
  • Márcia Aparecida Antônio
  • Maira Eduarda Zanin

DOI:

https://doi.org/10.34119/bjhrv7n1-120

Keywords:

inibidores da recaptação de serotonina e norepinefrina, desvenlafaxina, farmacocinética, bioequivalência

Abstract

Dois estudos, um em condição de jejum e outro na condição pós-prandial, avaliaram a bioequivalência entre dois comprimidos revestidos de liberação prolongada de desvenlafaxina 50 mg em dose única, em participantes brasileiros saudáveis de ambos os sexos. Os estudos foram conduzidos com desenho aberto, randomizado, cruzado com duas sequências, dois períodos, dois tratamentos e washout de sete dias entre os períodos. Foram realizadas coletas seriadas de sangue para quantificar a concentração plasmática de desvenlafaxina e realizar a análise farmacocinética. A bioequivalência é confirmada se os intervalos de confiança de 90% (IC de 90%) para a razão entre as médias geométricas das formulações teste e referência estiverem dentro dos limites de aceitação de 80-125% para a área sob a curva do tempo 0 à última concentração mensurável (AUC0-t) e concentração máxima (Cmáx). Para o estudo em condição de jejum foi encontrado IC de 90% para Cmáx entre 102,18% e 116,29% e ASC0-t entre 102.08% e 118.01%. Para o estudo na condição pós-prandial foi encontrado IC de 90% para Cmáx entre 107,90% e 122,25% e ASC0-t entre 105,28% e 117,10%. Com estes resultados conclui-se que as formulações apresentam equivalência terapêutica sob condições de jejum e alimentação.

References

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Brasil). Lista de medicamentos de referência. Disponível em: https://www.gov.br/anvisa/pt-br/setorregulado/regularizacao/medicamentos/medicamentos-de-referencia/lista-de-medicamentos-de-referencia. Acesso em outubro 2023.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Brasil). Resolução- RE nº 1170, de 19 de abril de 2006. Guia para provas de biodisponibilidade relativa / bioequivalência de medicamentos. Diário Oficial da União 24 abr. 2006; nº 77.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Brasil). Resolução- RE nº 742, de 10 de agosto de 2022. Critérios para a condução de estudos de biodisponibilidade relativa/bioequivalência (BD/BE) e estudos farmacocinéticos. Diário Oficial da União 17 ago. 2022; nº 156.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Brasil). Resolução- RE nº 753, de 28 de setembro de 2022. Registro de medicamentos de uso humano com princípios ativos sintéticos e semissintéticos, classificados como novos, inovadores, genéricos e similares. Diário Oficial da União 05 out. 2022; nº 190.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Brasil). Resolução- RE nº 894, de 29 de maio de 2003. Guia para protocolo e relatório técnico de estudo de bioequivalência. Diário Oficial da União 02 de jun. de 2003.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Brasil). Resolução- RE nº 895, de 29 de maio de 2003. Guia para elaboração de relatório técnico de estudo de biodisponibilidade relativa/bioequivalência. Diário Oficial da União 02 de jun. de 2003.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Brasil). Resolução- RE n° 27, de 17 de maio de 2012. Diário Oficial da União, Brasília.

Bula Pristiq®, succinato de desvenlafaxina monoidratado. Bula disponível no Bulário eletrônico da Anvisa. Acesso em outubro de 2023

Conselho Internacional para Harmonização de Requisitos Técnicos para Produtos Farmacêuticos de Uso Humano (ICH). Harmonized guideline integrated addendum to ICH E6(R1): guideline for good clinical practice ICH E6(R2), 2016

Documento das Américas (Organização Pan-americana de Saúde) OPAS, 2005.

FDA [U.S. Food & Drug Administration]. NDA 021992 - Pristiq. Disponível em: https://www.accessdata.fda.gov/scripts/cder/daf/index.cfm?event=BasicSearch.process Acesso em outubro 2023.

Formulations: A Randomized, Single-Dose, Open-Label, Two Periods, Crossover Study. Bioequiv Availab 2014, 6:4.

LiverTox: Clinical and Research Information on Drug-Induced Liver Injury [Internet]. Bethesda (MD): National Institute of Diabetes and Digestive and Kidney Diseases; 2012- Venlafaxine, Desvenlafaxine. [Updated 2020 Mar 6]. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK548799/.

Loschi J. et al. Relative Bioavailability/Bioequivalence between two oral formulations of rivaroxaban (20 mg) in healthy Brazilian subjects, under fasting and fed conditions. Brazilian Journal of Health Review, Curitiba, v. 5, n.5, p. 17332-17346, sep./oct., 2022

Low Y, Setia S, Lima G. Drug-drug interactions involving antidepressants: focus on desvenlafaxine. Neuropsychiatr Dis Treat. 2018 Feb. 19;14:567-580.

Ministério da Saúde. Depressão. Disponível em: https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/saude-de-a-a-z/d/depressao Acesso em outubro 2023.

Naseeruddin R, Rosani A, Marwaha R. Desvenlafaxine. [Updated 2023 Jul 10]. In: StatPearls [Internet]. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing; 2023 Jan-. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK534829/.

Nichols A. et al. Effect of Food on the Pharmacokinetics of Desvenlafaxine in Healthy

Nichols A. et al. Pharmacokinetics, Pharmacodynamics, and Safety of Desvenlafaxine, a

Pedrazzoli-Júnior J. et al. Avaliação da bioequivalência entre duas formulações de succinato de desvenlafaxina monoidratado – 50 mg comprimido revestido de liberação prolongada –administradas em jejum e pós-prandial em voluntários sadios de ambos os sexos. J Bras Econ Saúde 2017;9(2): 198-206.

Pristiq (desvenlafaxine) Extended-release Tablets, oral. Highlights of prescribing information.

Serotonin-Norepinephrine Reuptake Inhibitor. J Bioequiv Availab 2013, 5:1.

Singh D, Saadabadi A. Venlafaxine. [Updated 2022 Oct 10]. In: StatPearls [Internet]. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing; 2023 Jan-. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK535363/.

Spina E, Trifirò G, Caraci F. Clinically significant drug interactions with newer antidepressants. CNS Drugs 2012 Jan 1; 26(1):39-67.

Sproule BA, Hazra M, Pollock BG. Desvenlafaxine succinate for major depressive disorder. Drugs Today (Barc). 2008 Jul;44(7):475-87.

Subjects. J. Bioequiv Availab 2012, 4:2.

Vargas M et al. Bioequivalence Study of Two 50 mg Desvenlafaxine Extended Release

World Health Organization. Depressive disorder (depression). Disponível em: https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/depression Acesso em outubro 2023.

World Medical Association. Declaration of Helsinki. WMA General Assembly, Helsinki, Finland, June 1964, and amended by the 64th WMA General Assembly, Fortaleza, Brazil, October 2013.

Zhao Q, Fu B, Lyu N, Xu X, Huang G, Tan Y, et.al. A multicenter, randomized, double-blind, duloxetine-controlled, non-inferiority trial of desvenlafaxine succinate extended-release in patients with major depressive disorder. J Affect Disord. 2023 May 15;329:72-80.

Downloads

Published

2024-01-17

How to Cite

LOSCHI, J.; MINUTI, G.; DOS SANTOS, A. A.; ANTONIO, J. A. de L.; ABUHAB, A.; SOMMER, C.; VIEIRA, A. L. N.; DE BRITO, R. B. S. L.; ANTÔNIO, M. A.; ZANIN, M. E. Avaliação da Biodisponibilidade Relativa/Bioequivalência entre formulações orais de desvenlafaxina 50 mg, em participantes brasileiros, saudáveis, em condições de jejum e pós-prandial. Brazilian Journal of Health Review, [S. l.], v. 7, n. 1, p. 1575–1588, 2024. DOI: 10.34119/bjhrv7n1-120. Disponível em: https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BJHR/article/view/66422. Acesso em: 23 apr. 2024.

Issue

Section

Original Papers