Crioglobulinemia associada à Hanseníase: um relato de caso

Authors

  • Pauline Nallim Lobão
  • Ana Maria Duarte Serejo
  • Bianca Casarotto Lima Faria

DOI:

https://doi.org/10.34119/bjhrv6n6-029

Keywords:

Hanseníase, crioglobulinemia, glomerulonefrite, nefropatia por C3

Abstract

A hanseníase é causada pela Mycobacterium leprae, um bacilo álcool-ácido resistente, fracamente gram-positivo, que infecta os nervos periféricos. Acomete principalmente os nervos superficiais da pele e troncos nervosos periféricos, podendo também afetar os olhos e órgãos internos. Trata-se de uma doença crônica, progressiva e com potencial de ser altamente incapacitante. É transmitida após contato próximo e prolongado entre uma pessoa suscetível e um doente com hanseníase não tratado. O Brasil é considerado um país endêmico para Hanseníase, tendo o segundo maior número de casos no mundo. Múltiplas causas de acometimento renal da hanseníase já foram descritas, sendo uma delas a crioglobulinemia. A crioglobulinemia é definida por imunoglobulinas anormais que se precipitam em baixas temperaturas, causando lesões em pele, juntas, sistema nervoso periférico e rins. O objetivo deste relato de caso é mostrar um caso de associação entre as duas patologias e sua correlação fisiopatológica, bem como revisar o diagnóstico e tratamento no contexto do sistema público de saúde brasileiro. A metodologia utilizada foi um estudo observacional, descritivo sobre paciente do Sistema Único de Saúde, no ambulatório da Unidade de Nefrologia do Hospital Regional de Sobradinho no Distrito Federal. Conclui-se que devido ao aspecto endêmico da hanseníase no Brasil, esta doença deve ser pesquisada em pacientes que estejam em investigação de glomerulopatias e possuam lesões de pele não diagnosticadas.

References

- Da Silva Junior, G. B., De Francesco Daher, E., Da Justa Pires Neto, R., Pereira, E. D. B., Meneses, G. C., AraÚJo, S. M. H. A., & Barros, E. J. G. (2015). Leprosy nephropathy: A review of clinical and histopathological features. Revista Do Instituto de Medicina Tropical de Sao Paulo, 57(1), 15–20. https://doi.org/10.1590/S0036-46652015000100002

- BRASIL. Ministério da Saúde. (2017). Guia prático sobre a hanseníase. In Secretaria de Vigilância em Saúde Departamento de Vigilância e Doenças Transmissíveis. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_pratico_ hanseniase.pdf

- Bhat, R. M., & Prakash, C. (2012). Leprosy: An overview of pathophysiology. Interdisciplinary Perspectives on Infectious Diseases, 2012. https://doi.org/10.1155/2012/181089

- BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. (2022). Boletim Epidemiológico de Hanseníase. Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis. http://antigo.aids.gov.br/system/tdf/pub/2016/68371/boletim_hanseniase_2022_versao_web_24.01.22.pdf

- Iveson, J. M. I., Harris, H. J., McDougall, A. C., & Leathem, A. J. (1975). Lepromatous Leprosy Presenting with Polyarthritis, Myositis, and Immune-complex Glomerulonephritis. British Medical Journal, 3(5984), 619–621. https://doi.org/10.1136/bmj.3.5984.619

- WHO. (2018). Guidelines for the Diagnosis, Treatment and Prevention of Leprosy. OMS, 1–87.

- AZULAY, R.D. — Correlações entre os diagnósticos clínico e histopatológico das varias formas de lepra. Cong. Internac. Leprol. Memória (VI-1953) Madrid, 1954:1299.

- OMS. (2019). Diretrizes para o diagnóstico, tratamento e prevenção da hanseníase. Organização Mundial Da Saúde., https://apps.who.int/iris/handle/10665/274127.

- BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. (2016). Diretrizes para vigilância, atenção e eliminação da Hanseníase como problema de saúde pública. https://pt.scribd.com/document/323388710/Diretrizes-para-vigilancia-atencao-e-eliminacao-da-hanseniase-como-problema-de-saude-publica-2016

- Polito, M. G., & Kirsztajn, G. mASTROIANNU. (2012). Avaliação de lesão renal em diferentes estágio da hanseníase.

- Cruvinel, W. de M., Mesquita Júnior, D., Araújo, J. A. P., Catelan, T. T. T., Souza, A. W. S. de, Silva, N. P. da, & Andrade, L. E. C. (2010). Sistema imunitário: Parte I. Fundamentos da imunidade inata com ênfase nos mecanismos moleculares e celulares da resposta inflamatória. Revista Brasileira de Reumatologia, 50(4), 434–447. https://doi.org/10.1590/S0482-50042010000400008

- Parente, Y. de D. M. alverne, Castro, A. L. de, Araújo, F. B. de, Teixeira, A. C., Lima, Í. C., & Daher, E. D. F. (2019). Acute renal failure by rapidly progressive glomerulonephritis with IgA deposition in a patient concomitantly diagnosed with multibacillary Hansen’s disease: a case report. Jornal Brasileiro de Nefrologia : ’orgao Oficial de Sociedades Brasileira e Latino-Americana de Nefrologia, 41(1), 152–156. https://doi.org/10.1590/2175-8239-JBN-2018-0056

- Sharma, A., Gupta, R., Khaira, A., Gupta, A., Tiwari, S. C., & Dinda, A. K. (2010). Renal involvement in leprosy: Report of progression from diffuse proliferative to crescentic glomerulonephritis. Clinical and Experimental Nephrology, 14(3), 268–271. https://doi.org/10.1007/s10157-009-0255-6

- Ramalho, G. X., Pires, H. F. de M., Mikhael, B. M., & Ferraz, F. H. R. P. (2023). Glomerulonefrite Membranoproliferativa levando a Doença Renal Crônica: relato de caso e revisão da literatura. Brazilian Journal of Health Review, 6(1), 4175–4188. https://doi.org/10.34119/bjhrv6n1-325

- Grover, S., Bobhate, S. K., & Chaubey, B. S. (1983). Renal abnormality in leprosy. Leprosy in India, 55(2), 286–291.

- Desbois, A. C., Cacoub, P., & Saadoun, D. (2019). Cryoglobulinemia: An update in 2019. Joint Bone Spine, 86(6), 707–713. https://doi.org/10.1016/j.jbspin.2019.01.016

- Thappa, D. M., Karthikeyan, K., Vijaikumar, M., Koner, B. C., & Jayanthi, S. (2002). Leg ulcers in active lepromatous leprosy associated with cryoglobulinaemia. Clinical and Experimental Dermatology, 27(6), 451–453. https://doi.org/10.1046/j.1365-2230.2002.01053.x

- Roccatello, D., Saadoun, D., Ramos-Casals, M., Tzioufas, A. G., Fervenza, F. C., Cacoub, P., Zignego, A. L., & Ferri, C. (2018). Cryoglobulinaemia. Nature Reviews Disease Primers, 4(1), 11. https://doi.org/10.1038/s41572-018-0009-4

- Kayser, C., Corrêa, M. J. U., & Andrade, L. E. C. (2009). Raynaud’s phenomenon. Revista Brasileira de Reumatologia, 49(1), 48–63. https://doi.org/10.1590/s0482-50042009000100006

- Ramos-Casals, M., Stone, J. H., Cid, M. C., & Bosch, X. (2012). The cryoglobulinaemias. The Lancet, 379(9813), 348–360. https://doi.org/10.1016/S0140-6736(11)60242-0

- Pimenta, R. G. E., Ferreira, I. C. N., Faria, B. C. L., Ferreira, D. P., & Brito, A. C. de M. (2023). Relato de caso de uma apresentação atípica de glomerulonefrite difusa aguda. Brazilian Journal of Health Review, 6(2), 7418–7428. https://doi.org/10.34119/bjhrv6n2-234

- WHO. (2018). Guidelines for the Diagnosis, Treatment and Prevention of Leprosy. Oms, 1–87.

- Santos, A. R., Zanetti, L., & Santos, D. R. dos. (2023). Doença renal no mieloma múltiplo. Revista Científica Iamspe, 12(2), 12–27.

Published

2023-11-06

How to Cite

Lobão, P. N., Serejo, A. M. D., & Faria, B. C. L. (2023). Crioglobulinemia associada à Hanseníase: um relato de caso. Brazilian Journal of Health Review, 6(6), 26906–26917. https://doi.org/10.34119/bjhrv6n6-029

Issue

Section

Original Papers