Colangiocarcinoma: desafios na identificação precoce e suas implicações

Authors

  • Carlos Henrique Silva Júnior
  • Breno Sampaio Lima Rodrigues
  • Yuri Cesar Bessa Fernandes
  • Francisco Falcão Costa Neto
  • Amanda Sabrina da Silva Jinkings
  • Gustavo Pereira Câmara de Carvalho

DOI:

https://doi.org/10.34119/bjhrv6n6-014

Keywords:

Colangiocarcinoma, icterícia, vias biliares, Câncer do Trato Biliar, diagnóstico e tratamento

Abstract

Introdução: O colangiocarcinoma (CCA) é um câncer agressivo das vias biliares, apresentando subtipos distintos e sintomas inespecíficos que frequentemente dificultam o diagnóstico precoce. O tratamento e prognóstico dependem do estágio da doença no momento do diagnóstico e das opções terapêuticas disponíveis. Apresentação do caso: o caso clínico trata-se de um paciente do sexo masculino, de 76 anos de idade, que procurou atendimento médico com um quadro de icterícia e perda de peso ponderal há 2 meses. Discussão: Este câncer raro, originado nas vias biliares, é um desafio significativo na medicina. Diagnosticá-lo precocemente é uma das maiores dificuldades. A ausência de sintomas específicos e métodos de triagem eficazes torna a detecção precoce uma tarefa árdua. Conclusão: Considerando o colangiocarcinoma como um desafio médico relevante devido à dificuldade de diagnóstico precoce, é essencial conscientizar sobre fatores de risco e a busca por cuidados médicos precoces.

References

Shaib Y, El-Serag HB. A epidemiologia do colangiocarcinoma. Semin Liver Dis. 2004 May;24(2):115-25. doi: 10.1055/s-2004-828889. PMID: 15192785.

Rizvi S, Khan SA, Hallemeier CL, Kelley RK, Gores GJ. Colangiocarcinoma - conceitos em evolução e estratégias terapêuticas. Nat Rev Clin Oncol. 2018 Fev;15(2):95-111. doi: 10.1038/nrclinonc.2017.157. Epub 2017 10 de outubro. PMID: 28994423; PMCID: PMC5819599.

Razumilava N, Gores GJ. Colangiocarcinoma. Lancet. 2014 21 de junho;383(9935):2168-79. doi: 10.1016/S0140-6736(13)61903-0. Epub 2014 26 de fevereiro. PMID: 24581682; PMCID: PMC4069226.

Rizvi S, Gores GJ. Pathogenesis, diagnosis, and management of cholangiocarcinoma. Gastroenterology. 2013 Dec;145(6):1215-29. doi: 10.1053/j.gastro.2013.10.013. Epub 2013 Oct 15. PMID: 24140396; PMCID: PMC3862291.

Khan AS, Dageforde LA. Cholangiocarcinoma. Surg Clin North Am. 2019 Apr;99(2):315-335. doi: 10.1016/j.suc.2018.12.004. Epub 2019 Feb 10. PMID: 30846037

Doherty B, Nambudiri VE, Palmer WC. Update on the Diagnosis and Treatment of Cholangiocarcinoma. Curr Gastroenterol Rep. 2017 Jan;19(1):2. doi: 10.1007/s11894-017-0542-4. PMID: 28110453.

DOHERTY, Bryan; NAMBUDIRI, Vinod E.; PALMER, William C. Update on the Diagnosis and Treatment of Cholangiocarcinoma. Curr Gastroenterol reports, Nova York, v. 19, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1007/s11894-017-0542-4. Acesso em: 14 out. 2021.

GUIMARÃES, L. B. et al. Diferenças, indicações e complicações das técnicas de Hepatectomia aberta e minimamente invasiva por videolaparoscopia em pacientes com câncer hepático. Brazilian Journal of Health Review, v. 5, n. 3, p. 11468-11480, 2022.

CHIXARO, J. O. et al. Colangiocarcinoma avançado: um relato de caso. Brazilian Journal of Health Review, v. 3, n. 6, p. 16896-16902, 2020

Published

2023-11-01

How to Cite

Silva Júnior C. H.; RODRIGUES, B. S. L.; FERNANDES, Y. C. B.; COSTA NETO, F. F.; JINKINGS, A. S. da S.; DE CARVALHO, G. P. C. Colangiocarcinoma: desafios na identificação precoce e suas implicações. Brazilian Journal of Health Review, [S. l.], v. 6, n. 6, p. 26706–26713, 2023. DOI: 10.34119/bjhrv6n6-014. Disponível em: https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BJHR/article/view/64427. Acesso em: 2 mar. 2024.

Issue

Section

Original Papers