Intolerância contra religiões de matrizes africanas sob a ótica do discurso de ódio de Judith Butler

Authors

  • Rogério Ananias Barbaresco

DOI:

https://doi.org/10.34115/basrv8n1-006

Keywords:

democracia, discurso de ódio, intolerância religiosa, racismo, Judith Butler

Abstract

O presente estudo tem por objetivo analisar a relação entre a intolerância religiosa contra religiões de matriz africana e o racismo histórico-estrutural no Brasil. A partir do pressuposto de que a intolerância religiosa representa ataque à dignidade humana e ao direito fundamental à liberdade de religião, o estudo propõe uma análise acerca do discurso de ódio enquanto nascedouro da violência e do racismo conforme o pensamento da filósofa Judith Butler. A justificativa para esta proposta encontra lugar no fato de que os preceitos constitucionais que garantem as liberdades individuais, ao serem feridos pelo racismo e pela intolerância, colocam em risco a democracia no país. Para tanto, e através de uma revisão integrativa e qualitativa da literatura pertinente, o estudo remonta a história do racismo no Brasil até a noção de racismo estrutural hoje vivenciada. Em seguida, o estudo apresenta a intolerância religiosa contra religiões de matriz africana e seus praticantes enquanto uma das mais agressivas e massivas manifestações do racismo estrutural no país. Finalmente, o estudo lança à temática em discussão o olhar de Judith Butler acerca do discurso de ódio e do papel do Estado diante das questões que permeiam o debate sobre a criminalização do discurso de ódio e de como todo este contexto influencia e compromete a democracia no Brasil.

References

ALMEIDA. S. L. de. Racismo estrutural. São Paulo: Pólen, 2019.

ANTUNES, O. A.; FERNANDES, B. 10 anos de encontro cultural de matrizes africanas em Alfenas – MG. Resistência religiosa e cultural para transformar a realidade. Alfenas: Editora Estrella, 2023.

BRASIL. Decreto-Lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940. Código Penal. Brasília, 1940. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/del2848compilado.htm. Acesso em: 22 jun. 2023.

______. Constituição [1988]. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 6 jun. 2023.

______. Lei no 7.716, de 5 de janeiro de 1989. Define os crimes resultantes de preconceito de raça ou de cor. Brasília, 1989. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l7716.htm. Acesso em: 21 jun. 2023.

______. Lei no 12.288, de 20 de julho de 2010. Institui o Estatuto da Igualdade Racial; altera as Leis nos 7.716, de 5 de janeiro de 1989, 9.029, de 13 de abril de 1995, 7.347, de 24 de julho de 1985, e 10.778, de 24 de novembro de 2003. Brasília, 2010. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12288.htm. Acesso em: 21 jun. 2023.

______. Lei no 14.532, de 11 de janeiro de 2023. Altera a Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989 (Lei do Crime Racial), e o Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 (Código Penal), para tipificar como crime de racismo a injúria racial, prever pena de suspensão de direito em caso de racismo praticado no contexto de atividade esportiva ou artística e prever pena para o racismo religioso e recreativo e para o praticado por funcionário público. Brasília, 2023. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2023-2026/2023/lei/l14532.htm. Acesso em: 22 jun. 2023.

BORGES, E.; MEDEIROS, C. A.; D’ADESKY, J. Racismo, preconceito e intolerância. São Paulo: Atual, 2002. (Espaço & Debate).

BUTLER, J. Quadros de guerra: quando a vida é passível de luto? Tradução Sérgio Tadeu de Niemeyer Lamarão e Arnaldo Marques da Cunha. 7. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2015.

______. Desfazendo gênero. Tradução de Victor Galdino, Ana Luiza Gussen, Gabriel Lisboa Ponciano, Carla Rodrigues, Luis Felipe Teixeira, Nathan Teixeira, Beatriz Zampieri. São Paulo: Editora Unesp, 2022.

______. A força da não violência: um vínculo ético-político. Tradução de Heci Regina Candiani. Boitempo, 2021a.

______. Discurso de ódio: uma política do performativo. Tradução Roberta Fabbri Viscardi. São Paulo: Unesp, 2021b.

CARNEIRO, A. G. Intolerância religiosa contra as religiões afro-brasileiras: uma violência histórica. In: IX Jornada Internacional de Políticas Públicas, 2019. Maranhão. Anais [...]. São Luís do Maranhão: UFMA, 2019. Disponível em: http://www.joinpp.ufma.br/jornadas/joinpp2019/images/trabalhos/trabalho_submissaoId_230_2305cc2fa7b34e8b.pdf. Acesso em: 22 jun. 2023.

CHAUÍ, M. Mito fundador e sociedade autoritária. São Paulo: Perseu Abramo, 2000.

COUTINHO, C. N. Cultura e sociedade no Brasil: ensaios sobre ideias e formas. 2. ed. Rio de Janeiro: Ed. DP&A, 2000.

FERNANDES, F. A integração do negro na sociedade de classes: o legado da raça “branca”. 5 ed. São Paulo: Globo, 2008. v. 1.

______, N. V. E. A raiz do pensamento colonial na intolerância religiosa contra as religiões de matrizes africanas. Revista Calundu, Brasília, v. 1, n. 1, jan./jul., p. 117-136, 2017.

______, N. V. E. A discriminação contra religiões afrobrasileiras, um debate entre intolerância e racismo religioso no estado brasileiro. Revista Calundu, Brasília, v. 5, n. 2, jul./dez., p. 55-64, 2021.

GOMES, L. Escravidão: do primeiro leilão de cativos em Portugal até a morte de Zumbi dos Palmares. Rio de Janeiro: Globo Livros, 2019. v. 1.

HOLANDA, L. Denúncias de intolerância religiosa cresceram 141% no Brasil em 2021. Metrópoles, Brasília, 21 jan. 2022. Disponível em: https://www.metropoles.com/brasil/denuncias-de-intolerancia-religiosa-cresceram-141-no-brasil-em-2021. Acesso em: 5 jun. 2023.

HONOR, A. C. A base do conceito de escravidão na historiografia brasileira: Eric Williams e sua obra seminal capitalismo e escravidão. Fenix – Revista de História e Estudos Culturais, Brasília, v. 12, ano XII, n. 1, 2015.

MACHADO, V. B.; MACHADO, L. M. R.; SERAQUINE, Áthila P.; OLIVEIRA, Y. L. N. Desigualdade racial sistêmica: importância da Lei 12288/10. Brazilian Journal of Development, [S. l.], v. 9, n. 9, p. 25989–25990, 2023. DOI: 10.34117/bjdv9n9-027. Disponível em: https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BRJD/article/view/62852. Acesso em: 8 fev. 2024.

MARQUES JÚNIOR, J. S. Racismo no Brasil e racismo à brasileira: traços originários. O Social em Questão, ano XXIV, n. 50, p. 63-82, mai./ago. 2021.

PRANDI, R. De africano a afro-brasileiro: etnia, identidade, religião. Revista da USP, São Paulo, n. 46, p. 52-65, 2000.

______. O Brasil com axé: candomblé e umbanda no mercado religioso. Estudos Avançados, São Paulo, v. 18, n. 52, set. 2004.

RIBEIRO, D. Pequeno manual antirracista. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

ROCHA, J. G.; RODRIGUES, L. As sagas da intolerância religiosa. In: LIMA, J.; ROBERTI, A.; SANTOS, E. (org.) Pensando a história: reflexões sobre as possibilidades de se escrever a história através de perspectivas interdisciplinares. Rio de Janeiro: Letra Capital, 2013.

SANT`ANNA, A. O. de. In: MUNANGA, Kabengele. Rediscutindo a mestiçagem no Brasil: identidade nacional versus identidade negra. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

SANTOS, M. A., SILVA, M. T. M. Discurso do ódio na sociedade da informação preconceito, discriminação e racismo em redes sociais. In: Congresso Nacional do Conpedi/Uninove, 22, 2013, São Paulo. Anais [...]. Florianópolis: Sociedade global e seus impactos sobre o estudo e a efetividade do Direito na contemporaneidade, 2013, p. 82-99.

SANZ, W. de C. Discriminação, preconceitos e intolerância. In: MORAES, C. C. P.; LISBOA, A. S.; OLIVEIRA, L. F. (org.). Educação para as relações etnicorraciais. Brasil. Ministério da Educação. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Universidade Federal de Goiás. 2 ed. Goiânia: FUNAPE: UFG/Ciar, 2012.

SILVA, M. J. Racismo à brasileira, raízes históricas: um novo nível de reflexão sobre a história do Brasil. 4. ed. São Paulo: Anita Garibaldi, 2009.

SILVA, W. G. da. (org.). Intolerância religiosa: impactos do neopentecostalismo no campo religioso afro-brasileiro. São Paulo: Edusp, 2015.

TAVARES, C. R.; CALENZANI, J. D.; SANTOS, J. R. do R.; NUNES, I. C.; HEHR, S. C. dos S. P.; PASSOS, T. M.; RUY, S. G. de R. Ensino religioso na rede pública: contribuições no enfrentamento à discriminação racial na escola / Religious education in the public network: contributions to combating racial discrimination at school. Brazilian Journal of Development, [S. l.], v. 7, n. 12, p. 112405–112425, 2021. DOI: 10.34117/bjdv7n12-160. Disponível em: https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BRJD/article/view/40754. Acesso em: 8 fev. 2024.

Published

2024-02-20

How to Cite

Barbaresco, R. A. (2024). Intolerância contra religiões de matrizes africanas sob a ótica do discurso de ódio de Judith Butler. Brazilian Applied Science Review, 8(1), 108–129. https://doi.org/10.34115/basrv8n1-006

Issue

Section

Original articles