Perspectivas epidemiológicas, clínicas e terapêuticas do transtorno bipolar em comorbidade com o uso de drogas: revisão de sistemática

Epidemiological, clinical and therapeutic perspectives of bipolar disorder in comorbidity with drug use: a systematic review

Authors

  • Izabely Lima Assunção
  • Andrews Matheus Reis Sousa
  • Beatriz Teixeira Noguera Servín
  • Ana Paula de Almeida Bacelar
  • Isabella Ferreira Saraiva
  • Laura Barros de Brito
  • Isabela Ribeiro Oliveira
  • Aline Gabrielle de Oliveira Mendes
  • Elder Rennê Serrão de Oliveira
  • Gerson Pereira Jansen Junior
  • Celcilene Marques dos Santos Castelo Branco
  • Thaís Cristina Lemos Corrêa
  • Luana Nunes Gonçalves
  • Cleaide Ataíde Lima Assuncao
  • Aline Oliveira Araujo
  • Andressa Carvalho Murada de Sousa
  • Jéssica Monteiro Ferraz
  • Pedro Paulo Rebouças dos Santos
  • Sacha da Silva Soares
  • Alissa Costa Hirai
  • Maria Gabriela Martins Silva
  • Ludmila Leal Cavalcanti
  • João Victor Bastos Cardoso
  • Marianny Vasconcelos Alves
  • Richard Mendes Lins
  • Marina Silva Brandão dos Santos
  • Gabriel Fernandes Ramos
  • Mariane Barbieri da Silveira
  • Janderson Antunes de Castro Brito
  • Letícia Mendes Givisiez
  • Maria Luiza Dutra Sá
  • Fernanda Nogueira Barreto
  • Amanda Carvalho e Barbalho
  • Leopoldo Nava Raposo

DOI:

https://doi.org/10.34115/basrv6n4-017

Keywords:

transtorno bipolar, drogas, comorbidade, substância psicoativa

Abstract

Conhecida como transtorno maníaco-depressivo, atualmente possui um novo nome: Transtorno Afetivo Bipolar, visto que com o passar do tempo foi se percebendo que esse transtorno não se tratava de uma alteração psicótica, e mais de um prejuízo afetivo. O transtorno bipolar possui alguns tipos, não se caracterizando em apenas uma forma, sua manifestação varia conforme o indivíduo e suas tendências, disforia e/ou euforia porém independente da forma expressa o paciente bipolar pode ter sua vida social comprometida, se não tratada, visto a irregularidade no estado de humor; bem como pode fazer uso de substâncias psicoativas, o que prejudica a sua condição clínica. Objetivo central da pesquisa é de apresentar a correlação do transtorno bipolar com o uso de drogas, mediante uma revisão de literatura integrativa realizada entre os meses de março de 2022 a julho de 2022, através da busca de artigos científicos nos bancos de dados online PubMed, Scielo e Google Acadêmico, utilizando como critério de refinamento de pesquisa artigos de todas as línguas publicados entre os anos 2000 e 2022.

Published

2022-08-04

How to Cite

Assunção, I. L., Sousa, A. M. R., Servín, B. T. N., Bacelar, A. P. de A., Saraiva, I. F., de Brito, L. B., Oliveira, I. R., Mendes, A. G. de O., de Oliveira, E. R. S., Jansen Junior, G. P., Branco, C. M. dos S. C., Corrêa, T. C. L., Gonçalves, L. N., Assuncao, C. A. L., Araujo, A. O., de Sousa, A. C. M., Ferraz, J. M., dos Santos, P. P. R., Soares, S. da S., Hirai, A. C., Silva, M. G. M., Cavalcanti, L. L., Cardoso, J. V. B., Alves, M. V., Lins, R. M., dos Santos, M. S. B., Ramos, G. F., da Silveira, M. B., Brito, J. A. de C., Givisiez, L. M., Sá, M. L. D., Barreto, F. N., Barbalho, A. C. e, & Raposo, L. N. (2022). Perspectivas epidemiológicas, clínicas e terapêuticas do transtorno bipolar em comorbidade com o uso de drogas: revisão de sistemática: Epidemiological, clinical and therapeutic perspectives of bipolar disorder in comorbidity with drug use: a systematic review. Brazilian Applied Science Review, 6(4), 1444–1455. https://doi.org/10.34115/basrv6n4-017

Issue

Section

Artigos originais